Google+

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Se conseguir, como deseja, controlar a cotação do dólar no câmbio paralelo, o governo argentino deve em seguida criar normas para o contrabando e tabelar o preço das drogas nas bocas de Buenos Aires

 
                                                  Tudo Dominado
 
 
Enviado por: Roberto Twiaschor
Pergunto ao Tutty: porque só na Argentina? E no Brasil, não? O contrabando de armas e drogas anda solto na imensa fronteira do Brasil, mormente com o Paraguai e com a Bolívia, respectivamente. Nas normas do tabelamento das drogas o governo deve prever o tal gatilho: cada vez que a inflação aumenta 10%, o preço da droga acompanha. Outra sugestão: assim como temos o Ministério das Minas e Energia, porque Dilma não cria o 40º Ministério ( tendo Ali Babá como paradigma), o Ministério do Contrabando de Armas e Drogas?
Postar um comentário

Postagem Mensal

Digníssimos Professores. Matéria deste blogueiro.

Está semana o “Pé na bola” quer homenagear seus professores, pois, cada um contribui para que eu realizasse está coluna. Aprendi como...