Google+

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Conversa para boi dormir?

O século 21 começa com uma dúvida inquietante: por que os bois não pastam mais virados para o mesmo lado? É os cavalo tbm.


20.01.16
Algumas anotações sobre recente viagem de carro pela BR-290 até o Alegrete:
* O bois sempre pastaram virados para o mesmo lado. Há estudos que comprovam: uma boiada fica com a cabeça na posição norte-sul, por causa da gravidade da Terra. Mas vi agora que os bois e os cavalos estão virados para todos os lados. Deve ser efeito do individualismo neoliberal. Até os bois e os cavalos
perderam o sentido do coletivo.
* Há cada vez menos bois para observar. A campanha está tomada por lavouras de soja e florestas de eucaliptos. Há placas no acostamento , entre São Gabriel e Caçapava, com esse alerta: "Atenção, zona agrícola". Regiões onde antes alertavam para os tatus peludos que atravessavam a estrada agora alertam para o trânsito de tratores e colheitadeiras.
* O GPS, como já observaram os Fagundes, é absolutamente inútil para quem vai a Alegrete. O mundo mudou muito, mas a 290 continua em linha reta. Você pode precisar de GPS para ir a Itaqui ou a Espumoso, mas não a Alegrete. Quando fizeram a 290, os militares decidiram que chegar a Alegrete deveria ser mais fácil do que ir a Roma. Alguém pode dizer que é também assim, pelo retão da BR, que se chega a Uruguaiana. Mas antes se passa por Alegrete.
* Há trechos com limites variados de velocidade na 290. Os trechos mais esburacados têm sinalização de limite de 100 km/h. Nos melhores trechos, é o contrário, cai para 80 km/h. Os trechos com um e outro limite vão se alternando. Deve ser para que a viagem não fique cansativa.
* Os argentinos continuam vindo, apesar da crise. Mas só há carrões na estrada. Foi-se o tempo em que vinham famílias inteiras dentro de uma lata. Um funcionário de restaurante de beira de estrada me disse que a cada ano aparecem menos argentinos. Em pouco tempo não teremos mais argentinos. Até que um dia o governo inventará um plano em que um peso vale um dólar e começará tudo de novo. E os argentinos voltarão em massa. Depois, eles quebrarão mais uma vez. E assim vai.
* A 290 é uma das mais bem traçadas estradas do Brasil. Foi feita nos anos 60, quando, dizem, nada era superfaturado. Mas até os terneiros tataranetos dos bichos que testemunharam a construção da estrada sabem que isso é conversa pra boi dormir com o rabo virado pra Brasília.

             Foto ilustrativa deste Blogueiro

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Os males da vida Moderna . Matéria deste blogueiro.






Na vida todos nós achamos que nossos problemas são muito grandes para suportarmos, nos queixamos disso daquilo de nossos filhos que estão atravessando problemas de identidade andando com más companhias e os levando a vícios que nós pais não sabíamos e ficamos julgando os outros, será que isto não seria uma autodefesa de nós pais, que não entendemos o que os levaram a estes vícios capaz de destruir um sonho e uma dor ao qual nós pais não gostaríamos nem de ouvir falar.

Não nos conformamos e começamos a nós perguntar será que falta dialogo ou estas atitudes são, para enfrentar uma sociedade que exige muito de um jovem e o temor, insegurança e o medo de enfrentar estas situações que são complexas para um jovem

Precisamos ter em nossa consciência de não pregarmos moral em nossas análises de julgar o próximo em suas realizações até porque, em querer defender os princípios de nossa família que é a coisa mais preciosa que temos, podemos sucumbir achando que nossos problemas sempre são maiores do que todas, mas acontece que todas tem problemas e quando conseguimos olhar para os outros sem vaidade ou egoísmo nunca devemos julgar o que não gostaríamos que nos fosse feito por isso quando estamos indecisos devemos nos colocar o mau que podemos causar a outros e com toda humildade podermos ser útil a alguém que esteja passando dilema bem maiores que nós.

Achando estar passando por tudo isto, dito peço que antes de julgarmos devêssemos tentar prestar mais atenção do que se passa em nossa volta e dar um pouco de nós desta obsessão que todos tenham influência do que nós acontece e termos força de saber encontrar um ponto vulnerável no coração deste que vivem estes males da vida moderna.

sábado, 19 de agosto de 2017

Sentimento, lealdade, ando lado a lado. Matéria deste blogueiro


Eu descobri que ciúme é algo quase inevitável, mas que devemos confiar em nossos amigos em nossos relacionamentos, confiar na nossa amizade e saber onde está a nossa lealdade. Ciúme é um sentimento, bobo e pequeno, mas o medo de perder alguém que se ama é imenso. Ciúme é um sentimento medíocre que vem de onde a gente menos espera, as vezes é doentio e exagerado e até nos separa daquilo que era tão eterno. Mas pense um pouco, se você ama tanto o ciúme será algo normal, o medo de perder é normal, mas não deixe que isso te afaste dessas pessoas, não deixe que o medo de perder seja o motivo da perda. Confie em quem está com você, quem está do seu lado, quem te faz bem porque se nem nessas pessoas você pode confiar esquece porque você não vai confiar em mais ninguém.” a vida seguem e nós devemos fazer sempre o que sentimos não o que os outros tento embutir em sua menteeeeeeeeee.......... a vida e bela para picuinhas........................



                                                  Pé na bola

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Reencarnar para que?




Assim como as pessoas têm muito medo de morrer porque não sabem o que irão encontrar na outra dimensão, os espíritos que estão vivendo no astral têm medo de reencarnar.
Esquecer o passado e mergulhar no mar encalpelado do mundo, enfrentar seus próprios limites e os desafios de seu crescimento é assustador. Controlar as emoções, ordenar a mente, expe
rimentar as próprias ideias e enfrentar os resultados requer coragem e persistência. Ficar entregue ao próprio discernimento, tomar decisões e ser responsável pelo próprio destino, atemoriza.
Para o espírito, reencarnar é como vestir um escafandro e mergulhar nas profundezas do oceano. O corpo de carne tem um metabolismo lento, muito diferente da vida astral, onde tudo é mais dinâmico e rápido. Lá, a força do pensamento materializa rapidamente os objetivos, de acordo com a capacidade de cada um, criando e movimentando os elementos.
Aqui, na Terra, nossos projetos levam muito mais tempo para se tornar realidade. Para construirmos um edifício levamos muitos meses, enquanto lá eles o fazem em algumas horas...
- Como? Há prédios no astral? – alguns vão perguntar.
Há prédios, ruas, cidades, tudo. O que chamamos de astral são os mundos das outras dimensões do universo.
Cada um deles gravita em determinada faixa de ondas, possui um magnetismo próprio e, para os que vivem lá, tudo é tão sólido quanto para nós é nosso mundo.
Não os podemos ver porque nossos olhos enxergam apenas em limitada faixa de percepção, o que não os impede de continuar existindo. A limitação é nossa. Os micróbios existem, mas só os podemos ver se tivermos um microscópio.
- Se eles têm medo, porque reencarnam?
Para reeducar o emocional. No astral as emoções são muito mais fortes e profundas. A tristeza, o remorso, o arrependimento, a frustração e a mágoa tornam-se insuportáveis e chega um momento em que, cansado de suporta-las, o espírito aceita nascer na Terra. Para ele, o esquecimento será uma bênção. O magnetismo lento permitirá que ele medite mais, experimente, reflita, conheça-se melhor e amadureça.
Reencarnar na Terra é começar de novo. Todas as lembranças do passado são guardadas no inconsciente temporariamente e, embora possam influenciar intuitivamente o espírito reencarnado, ele estará em sintonia com o cérebro do novo corpo, que como um filme virgem vai registrar as novas experiências. Não é genial?
A vida, mágica e divina, vai tecer os acontecimentos, juntar pessoas, de acordo com as necessidades daquele espírito, e criar estímulos a que ele se torne mais consciente, e liberte-se dos antigos padrões de crença que o levaram ao sofrimento. Se ele aproveitar, voltará ao astral mais lúcido e feliz.
A vida é um eterno agora, e nós continuaremos sendo o que fizermos de nós, seja onde for que passemos a viver. Enfrentar nossas dificuldades desde já, fazer nosso melhor, é construir nossa paz

terça-feira, 15 de agosto de 2017

O Brasil e Falcatrua em tudo agora a Mega- Sena. aonde vamos parar. um vergonha para que diz que somos um País Sério.

                     Em quem confiar no nosso Brasil

SE VOCÊ FAZ APOSTAS, ESTÁ SENDO ENGANADO!!!


A Polícia Federal desconfiou que estivesse havendo algum tipo de fraude na MEGA SENA e, mal começaram as investigações, pegaram várias pessoas envolvidas no esquema, entre elas, funcionários, auditores, e muito peixe grande, ligadas diretamente ao governo. Era muita gente envolvida no esquema. Eles fraudavam o peso da bolinha, fazendo sempre dar os números que eles quisessem e botavam 'laranjas' para jogar em diferentes Estados.Você que achava estranho a Mega Sena acumular tantas vezes seguidamente, e quando saía o prêmio, apenas uma pessoa ganhava, geralmente em algum lugar bem distante. Só podia ser algum tipo de fraude mesmo!!! Descobriram membros da quadrilha com 4 Bilhões em contas nos paraísos fiscais; o que menos tinha, tinha 8 milhões.
Isso
é sacanagem com o povo brasileiro, que trabalha demais; muitos deixam
até de comer alguma coisa para fazer uma fezinha! O que muito me admira é
que quase não houve divulgação!!!!!!
Na TV só passou uma vez no Jornal da Record, e outra na BAND..
Certamente
foram censurados... Está na cara que o governo não quer perder a bocada
que fatura cada semana com os jogos, e nem quer mais CPIs...
Está notícia não pode ficar na gaveta, espalhem!!!
Vamos nos unir e dar fim a essa grande rede de corrupção que envolve o nosso país.
Colabore
com a DIVULGAÇÃO e ajude a desmantelar essa corja de corruptos que
levam 45% do seu salário em impostos e ainda têm coragem de levar
mais... Passe para todos da sua lista de contatos...
O BRASIL todo precisa saber!!!

Dr. Wagner Di Genova Ramos
PAVESIO ADVOGADOS ASSOCIADOS
55 11 4746-2513 (voice)
55 11 4743-3325 (fax)
*O único jeito de acabarmos com essa patifaria é ninguém jogar
mais em nada. Aí , a CAIXA ECONÔMICA vai ter um enorme prejuízo e,
talvez só assim fará alguma coisa.
E o que as autoridades vão fazer agora???
Esconder como fizeram quando essa notícia vazou???
DIVULGUE... MAS DIVULGUE MESMO,
PARA VER SE ACONTECE ALGUMA COISA!!!


segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Histórias do Rio Grande do Sul

O perfil geográfico do Rio Grande do Sul foi formado por sucessivas transformações que iniciaram há cerca de 600 milhões de anos. Esse território já foi um mar, já foi um deserto, e em várias regiões aconteceram soterramentos massivos por derrames de lava. Crê-se que somente há dois milhões de anos a geografia se definiu mais ou menos como hoje a conhecemos, quando se fixou a faixa arenosa do litoral. A vida na pré-história do Rio Grande do Sul foi rica em espécies animais e vegetais, sendo encontrados muitos fósseis em especial na área da Paleorrota. Há apenas cerca de 11 mil anos iniciou a ocupação humana, com a chegada de grupos de caçadores-coletores vindos do norte, que se instalaram em todos os recantos do estado, formando culturas como a Umbu, a Humaitá, e a Sambaqui. A cultura Taquara alcançou até mesmo algum grau de sofisticação, visível na cerâmica que produziram e na engenharia de abrigos subterrâneos, interligados por túneis, revestidos de pedra cimentada com barro, muitas vezes associados com outras construções superficiais como plataformas de pedra. Outros vestígios desses habitantes foram encontrados na forma de instrumentos de pedra lascada, inscrições rupestres, amuletos, tumbas e ossadas.[3] Essa fase prosseguiu sem mudanças significativas até a chegada de uma segunda onda migratória há dois mil anos, composta por índios guaranis oriundos da Amazônia. Sendo um povo mais forte e mais organizado, submeteram praticamente todos os antigos habitantes, introduzindo também a agricultura e aperfeiçoando a cerâmica. Quando o Brasil foi "descoberto", em 1500, quase todos os índios do estado, que somavam de 100 mil a 150 mil na estimativa dos estudiosos, já eram guaranis ou estavam misturados a eles. Os grupos menos afetados por essa invasão foram os gês do planalto médio, e os charruas e minuanos, do pampa.[3] [editar]Início da colonização O território que hoje constitui o Rio Grande do Sul já constava nos mapas portugueses, sob o nome de Capitania d'El-Rei, desde o século XVI. A despeito do Tratado de Tordesilhas, que definia o fim das terras portuguesas na altura de Laguna, Portugal ansiava por estender seus domínios até a foz do Rio da Prata. No século XVII bandeirantes de São Paulo já percorriam a área em busca de tesouros e para escravizar os índios. Nesse espírito, ignorando os tratados, em 17 de julho de 1676, através de Carta Régia, Portugal delimitou duas capitanias no sul, que em conjunto se estendiam de Laguna até o Rio da Prata, doadas ao Visconde de Asseca e a João Correia de Sá.[3] Em 22 de novembro de 1676 a bula papal Romani Pontificis Pastoralis Solicitudo veio fortalecer as pretensões portuguesas, pois ao criar o bispado do Rio de Janeiro, estabelecia como seus limites desde a costa e sertão da Capitania do Espírito Santo até o Rio da Prata. Logo em seguida a Coroa Portuguesa passou a cogitar seriamente a ocupação das terras do sul, legalmente espanholas

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Frases e poesias que dizem tantos sentimentos. Matéria deste blogueiro














Frases com tantos Sentidos. Matéria deste blogueiro. Tantos amigos. Tantos lugares. Tantas frases e livros e sentidos. Tantas pessoas novas. Indo. Vindo. Temos só um mundo pela frente. E olhe pra ele. Olhe o mundo! É tão pequeno diante de tudo o que sinto. Sofrer dói. Dói e não é pouco. Mas faz um bem danado depois que passa(...) Mas agora, com sua licença. Não dá mais para ocupar o mesmo espaço. Meu tempo não se mede em relógios. E a vida lá fora, me chama. Pois nessa vida terrestre só temos um só, objectivo viver, viver com dignidade e passar isso que achamos ter, e poder levar consciência de tudo o que aprendemos para nossos filhos, netos, e pessoas que amamos, viva, sem preconceitos, soberba, e credos, pois com certeza nenhum de nós, viverá uma segunda vida neste plano. como e bom sermos notados pelo que somos e não pelo que temos, em virtudes. E sermos solitário com os seres humanos. que somos..

Postagem semanal

Conversa para boi dormir?

O século 21 começa com uma dúvida inquietante: por que os bois não pastam mais virados para o mesmo lado? É os cavalo tbm. por  Moi...