quinta-feira, 21 de maio de 2015

Culinária com fazer um Pudim de Leite condensado - Pé na bola


ingredientes









  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 3 xícaras (chá) de açúcar
  • 1 colher (sopa) de fermento
  • 1 lata de creme de leite em temperatura ambiente, com soro
  • 250 g de manteiga
  • 4 ovos
Pudim:
  • 1 lata de leite condensado
  • A mesma medida de leite comum
  • 2 ovos
Calda:
  • 2 xícara (chá) de açúcar
  • 1 xícara (chá) de água

Chega de Sonhar ?????? Matéria deste Blogueiro


Não sou saudosista, mas que orgulho sentíamos de nossa “Mui Heróica Vila” e de ser nortenses em uma época nem tão distante, quando tínhamos uma integração maior com o Interior do Município. 
Parece-me que naquele tempo, São José do Norte fazia parte de um maior prestigio junto ao Estado e quiçá do País.
Éramos a capital mundial da Cebola. Falando parece mentira, mas nossa São José tinha quatro fábricas de pescados, Progasa, Bancos Privados e outras benéfices, pois não existia esse êxodo rural que hoje estamos enfrentando, já que naquele tempo, nós recebíamos uma atenção maior de nossos governantes.
Hoje,  o que assistimos é a inércia de nossos governantes e a falta de incentivo para manter o Agricultor no campo. Existe falta de iniciativa, inspiração e força política para que aqui venham instalar-se Empresas de pequenos portes e grandes Industrias já que temos potencial para isso, mas notamos claramente que os nossos políticos não conseguem e nem se interessam em resolver pequenas coisas, como por, exemplo dar incentivo ao Esporte amador e a cultura, mas   adoram iludir nossos Munícipes, e a eles mesmos com obras faraônicas.
Se analisarmos aqui não temos um Prédio para instalar-se a Prefeitura Municipal, um saneamento básico com calçamento digno para nossa Comunidade. Não possuímos um atendimento satisfatório de âmbito Governamental, como SUS, e outros necessariamente possíveis, mas felizmente vemos pessoas se esforçando e se direcionando com cuidados para que nós não venhamos perder o bom atendimento do CAPS, APAE, CASA LAR e outras que ainda conseguem sobreviver, mas ainda não sei por quanto tempo, porém um novo tempo surge em nossa Mui Heróica Vila, graças a sua zona geográfica, pois a possibilidade da Implantação do Estaleiro EBR, faz com que a comunidade desperte para um sonho possível, visto que pelo tamanho do investimento São José do Norte, vai viver um salto de qualidade com a implantação do polo naval, pois além do polo, mais industrias migraram para o Município, dentre elas, rede de lojas, farmácias  ferragens e etc...
Senhores Governantes pensem na comunidade antes de tirarem proveito politico dos investimentos que se avizinham, pois o primeiro passo de um bom Político é pensar justamente na sua comunidade e não tirar proveito da situação em que ela se encontra.
Estamos na expectativa de um novo tempo, quem sabe com isso possamos voltar a sonhar e vislumbrar um São José do Norte melhor para os nossos filhos e netos.

Pé na Bola

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Momento Político. Matéria deste blogueiro.




Só ele Pode nos salvar
porque o SER hunano virou irracional
e não respeita , mais as coisas, onde a Lei devia
 prevalecer Tantos para os ricos como paras os pobres? mas infelizmente não está acontecendo. acorda Brasil?
acho eu que somos civilizados, Mas o que está se vendo e ouvindo não e nada disso por isso todo cuidado
e pouco.


Todo cuidado é pouco, pois estamos caminhando sem direção, não devemos caminhar num retrocesso extenuante, onde muitos querem tirar proveito usando de artifícios perigosos, atirando para qualquer lado sem qualquer ressentimento contra algum colaborador de governos passados.

Sempre que existir algo no ar devemos averiguar e não ficar dizendo em emissoras de rádio, fulano quer isso, fulano quer aquilo; as pessoas que já se beneficiaram da política usam procedimentos para difamar os outros, isto é, uma autodefesa, pois já não tem mais a confiança nem de seu Partido que usa como escudo e nem do povo.
Infelizmente isso é uma tendência natural das pessoas, quando sua credibilidade é posta em dúbia por perderem suas vantagens alcançadas por ocasião, por pertencerem a uma sigla, tomam atitudes que para eles até então eram corretas, mas quando as perdem jogam sua ira para desestabilizar em esclarecer o porquê, e começam a largar inverdades no ar.
Nós que fazemos parte da camada de uma sociedade ociosa por melhores dias para nossa São José do Norte, devemos ficar atentos a esse tipo de pessoas, a qual se importa apenas com privilégios sem dar a mínima para as pessoas e suas siglas partidárias semeando discórdia para vingar algo de errado que cometeram contra alguém, espalham boatos sem qualquer procedência, mas é melhor para eles evitar o desenvolvimento, já que eles querem o Poder e uns já estiveram no Poder não foram capazes.
Cuidado! A sociedade está de olho naqueles que constantemente mudam de caráter, prometendo obras  e não cumprem, e se quer cuidam dos bens existentes, quando só o que sabem é viajar e cobrar impostos da sociedade.



Pé na Bola.

terça-feira, 19 de maio de 2015

REVEJA: MPF denuncia repasse ilegal de R$ 500 bilhões do governo ao BNDES


**CORTES DE VERBAS PARA O ESTADOS PREJUDICA A POPULAÇÃO - A crise econômica e o arrocho fiscal promovido pelo governo federal já impactou as transferências da União para os estados. Até abril, R$ 43,3 bilhões haviam sido repassados às 27 unidades federativas, o que significou, em valores correntes redução de R$ 2 bilhões em relação aos R$ 45,3 bilhões transferidos no primeiro quadrimestre de 2014.
Este ano, o orçamento prevê que R$ 158 bilhões sejam repassados aos estados e ao Distrito Federal. Os recursos incluem as transferências constitucionais, parcelas das receitas federais arrecadadas pela União que a Constituição prevê que sejam distribuídas aos estados, o DF e os municípios, e transferências fundo a fundo, utilizadas nas áreas de assistência social, educação e saúde. Destacam-se entre as transferências constitucionas, o Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE), o Fundo de Compensação pela Exportação de Produtos Industrializados (FPEX), o Fundo de Manutenção e de Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF) e o Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR). Do montante transferido até abril, R$ 22,2 bilhões foram repassados por meio do FPE.
O Fundo é constituído de 21,5% da arrecadação líquida (arrecadação bruta deduzida de restituições e incentivos fiscais) do Imposto sobre a Renda e Proventos de Qualquer Natureza (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Até o fim do ano, a previsão é de que R$ 65,2 bilhões sejam transferidos através do FPE. Entre as transferências de recursos fundo a fundo, até o último dia 30, R$ 5 bilhões haviam sido transferidos às unidades federativas para as ações de custeio e serviços de média e alta complexidade ambulatorial e hospitalar, no âmbito do Sistema Único de Saúde. Os repasses para atenção à saúde que devem chegar aos estados este ano estão previstos em R$ 13,8 bilhões.
As unidades federativas receberam ainda R$ 4,9 bilhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Esses recursos devem ser redistribuídos para aplicação exclusiva na educação básica. Outros R$ 1,9 bilhão foram transferidos como complementação da União ao Fundo. O repasse completa a verba daqueles estados onde os recursos locais forem insuficientes ao alcance do valor aluno/ano definido anualmente como mínimo nacional.
Este valor tem como base o número de alunos matriculados na Educação Básica, conforme Censo Escolar do ano anterior. O orçamento prevê que os estados e o DF recebam R$ 20,9 bilhões do Fundeb em 2015.
Cortes
Os recursos para alimentação escolar encaminhados aos estados e ao DF foram reduzidos em comparação aos repasses do ano passado.
Até abril, apenas 15% dos R$ 1,4 bilhão previstos para o ano chegaram às unidades federativas, o equivalente a R$ 212,7 milhões. Em 2014, até o quarto mês do ano, R$ 318 milhões foram transferidos. A verba de infraestrutura para a Educação Básica também diminuiu drasticamente. Dos R$ 698,2 milhões previstos na lei orçamentária, apenas R$ 47,3 milhões foram para os estados, valor este referente a restos a pagar quitados. Ano passado, R$ 101,8 milhões foram transferidos. Os recursos servem para construções, reformas, ampliações e aquisições de equipamentos e mobiliário.
Outro setor que perdeu recursos foi o de saneamento. Dos R$ 574,1 milhões previstos para o apoio à implantação e melhorias dos sistemas de esgotamento sanitário nos estados e no DF, apenas R$ 37,8 milhões foram repassados até o fim de abril. Em 2014, o valor para o mesmo período foi de R$ 55 milhões.
Outros repasses
Em relação aos repasses do governo federal para os municípios, observa-se em valores correntes singela alta. No primeiro quadrimestre de 2014 foram transferidos R$ 58 milhões através do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e, para o mesmo período deste ano, foram R$ 61,6 milhões.
A diferença de R$ 3,6 milhões na receita líquida dos municípios corresponde a alta de 6,2% nos repasses. Além das transferências aos estados, também houve retração nos repasses feitos da União para as entidades privadas sem fins lucrativos, realizados por meio de convênios. Considerado o recorte temporal até abril deste ano, já houve queda de 25% dos repasses. No ano passado, o governo federal já havia pago R$ 2,3 bilhões às instituições conveniadas, em oposição ao R$ 1,7 bilhão deste ano. (Informações de Contas Abertas)

segunda-feira, 18 de maio de 2015

10 frases para Reprogramar sua mente! - Pé na bola

Nossa mente age de duas maneiras consciente e subconsciente, portanto a questão da Reprogramação é a nível subconsciente.
Aí você me pergunta: Tá mas como farei isso?
É simples, nossa mente atua SEMPRE à nosso favor, e recebe os comandos a partir de nossas palavras e pensamentos, por isso é muito importante sempre tomar conta de nossas ações e pensamentos, pois tudo estará sendo registrado.
Ao acordar de manhã comece mudando sua rotina, primeiro se olhe no espelho, e veja as oportunidades de um dia totalmente novo, olhe-se e ame quem você vê no espelho, perceba como você é único e especial. Preste atenção em cada parte de seu corpo, e converse com ele, sempre elogiando, nossas células vão armazenar essas informações da melhor maneira possível.
Sabe aquela frase : “diga uma mentira mil vezes, que ela se tornará verdade”. a mesma coisa acontece com as palavras positivas, de tanto repeti-las nosso cérebro começa a acreditar nisso, e tudo na nossa começa a fluir positivamente.
Então vamos às Frases:
1) Eu me amo, e me quero bem;
2) Sou feliz, e tudo dá sempre certo em minha vida;
3) Não existe problemas, existe sim início de solução;
4) O dinheiro sempre flui em minha vida;
5) Maravilhas acontecem em minha vida;
6)Tenho memória normal e perfeita, lembro-me de tudo que desejo lembrar-me;
7) Sou Saudável;
8) Meu corpo reage Maravilhosamente bem;
9)Tudo em minha vida dá sempre certo;
10) Sou próspera, sou sadia, e Sou Feliz!
Lembre-se quanto mais essas frases forem repetidas com fé e determinação, mais rápido as mudanças começarão a ocorrer em sua vida!

domingo, 17 de maio de 2015

Bola Pra Frente...................Pé na bola



Muitas barreiras eu passei pra chegar aqui
Dia após dia muitas coisas eu aprendi. Deus me chamou e por inteiro eu quis me dar
E hoje eu canto vale a pena parar de pecar
Não sou perfeito, sou igual a você
Mas essa guerra a gente pode vencer .Posso não ser o bom mas posso ser do bem
Vem fazer parte desse time também . Joga com raça irmão, não esmoreça não
Bola pra frente com Deus no coração
Não é fácil nossa luta aqui. Mas unidos nós vamos conseguir
Posso não ser o bom mas posso ser do bem
Vem fazer parte desse time também
Joga com raça irmão, não esmoreça não
Bola pra frente com Deus no coração
Não é fácil nossa luta aqui
Mas unidos nós vamos conseguir dizer Por Hoje Não!
Deus me chamou e por inteiro eu quis me dar
E hoje eu canto vale a pena parar de pecar
Não sou perfeito, sou igual a você
Mas essa guerra a gente pode vencer
Posso não ser o bom mas posso ser do bem. Vem fazer parte desse time também,Joga com raça irmão, não esmoreça não
Bola pra frente com Deus no coração
Não é fácil nossa luta aqui
Mas unidos nós vamos conseguir
 

                                   Com toda a certeza.

          Pé na bola

sábado, 16 de maio de 2015

Receita de bolinho de Chuva

                                                                  Ingredientes


2 ovos ¾ de xícara (chá) de açúcar
2 colheres (sopa) de manteiga ½ colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 xícara (chá) de leite 2 xícaras
2 Xícara de farinha de trigo Óleo de canola para fritar Açúcar e canela em pó para polvilhar
Modo de preparo Numa tigela, junte os ovos, a manteiga, o açúcar e o sal e misture muito bem. Acrescente alternadamente à mistura o leite e a farinha de trigo. Mexa sempre com uma colher. Junte o fermento e misture bem. Numa panela média, coloque bastante óleo. Leve ao fogo alto para aquecer. Quando o óleo estiver quente, abaixe o fogo. Com 2 colheres (sobremesa), modele os bolinhos. Encha uma das colheres com a massa. Passe de uma colher para a outra, até que a massa fique com um formato arredondado. Com cuidado, coloque pequenas porções de bolinhos no óleo quente. Deixe fritar até que os bolinhos fiquem dourados. Com uma escumadeira, retire os bolinhos. Coloque sobre um prato forrado com papel-toalha. Num prato fundo, coloque açúcar e canela em pó e misture bem. Passe os bolinhos por essa mistura até envolvê-los completamente. Sirva a seguir. Rendimento: 20 porções.

Estão Brincando? o Lulinha bem que podia ser o Ministro da economia do País????????? com ele talvez os pobres saberiam como ficar milionário em quatros anos????





BRASÍLIA - Depois de sete anos sem avançar nas investigações, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal arquivaram o inquérito sobre possível tráfico de influência de Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, filho mais velho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em 2004, no segundo ano do governo do pai, Lulinha recebeu R$ 5 milhões da operadora de telefonia Telemar, atual Oi, uma concessionária pública. O dinheiro foi injetado na Gamercorp, uma empresa de jogos eletrônicos aberta no ano anterior com um capital de R$ 10 mil. O inquérito foi arquivado sem que ninguém tenha sido chamado a depor
À época, o Ministério Público abriu a investigação porque a Telemar, além de ser uma concessionária pública, recebeu financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES). O caso Gamecorp foi o maior escândalo envolvendo a família Lula nos oito anos de governo. O episódio ganhou grande dimensão porque, logo depois do repasse do dinheiro, o então presidente Lula assinou decreto permitindo a fusão da Telemar com a Brasil Telecom, que deu origem à Oi. Até então, a legislação não permitia o negócio. O caso Gamecorp chegou a ser analisado pela CPI dos Correios, em 2005, no Congresso, mas, por pressão do Planalto e da bancada do PT, os integrantes da comissão decidiram não convocar Lulinha e representantes da Telemar e do BNDES.
Em 2010, o procurador Marcus Marcelo Goulart recomendou o arquivamento do inquérito 5a Câmara de Coordenação e Revisão (CCR), um órgão da Procuradoria Geral da República. A CCR, no entanto, manteve o inquérito aberto. O arquivamento ocorreu em agosto, segundo informou a Folha de S.Paulo, após novo pedido do procurador Bruno Vieira. Desta vez, a CCR aceitou a sugestão.
Em sete anos de inquérito, o Ministério Público e a Polícia Federal não ouviram Lulinha, o pai e outros citados no escândalo. Os procuradores se limitaram a enviar pedidos de informação por escrito à Gamecorp, à Telemar e ao BNDES. No pedido, o Ministério Público perguntou à Telemar e ao BNDES se sabiam que Lulinha era filho de Lula. O pedido de informação a Lulinha só foi feito em 2009. Na defesa do filho ex-presidente, o advogado Roberto Teixeira escreveu que não havia "impedimento legal" para Lulinha participar da sociedade da Gamecorp pelo fato de ele ser filho do presidente da República.
Após analisar as respostas e confrontar com reportagens de jornais, o Ministério Público decidiu arquivar as investigações. Na interpretação do órgão, Lulinha não fez tráfico de influência e o aporte de capital na Gamecorp não causou prejuízo para os sócios da operadora de telefonia. Nos últimos anos, a empresa criada por Lulinha acumulou prejuízos. Procurados na tarde de ontem para dar detalhes do arquivamento, o Ministério Público e a Polícia Federal não retornaram telefonemas e e-mails.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Museu Nacional o mais antigo do Brasil e da América Latina fecha por falta de dinheiro especializado.









Museu Nacional, mantido pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e sediado na Quinta da Boa Vista, na zona norte do Rio, está fechado para visitantesdesde esta segunda-feira (12/01) por tempo indeterminado, por falta de verba para pagar os serviços de limpeza e vigilância. Especializado em história natural, é o maior museu dessa área na América Latina e o mais antigo centro de ciência do país. Foi inaugurado em junho de 1818 - vai completar 197 anos daqui a seis meses, portanto.
O anúncio do fechamento foi feito por meio do site do museu, que atribuiu o fechamento a "problemas com os serviços de vigilância e limpeza". Em nota, a diretora do museu, Cláudia Rodrigues Carvalho, e o coordenador do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ, Carlos Vainer, mencionam e criticam a contenção de verbas pelo governo federal.
"Naquela que deveria ser a 'Pátria Educadora', conforme promessa da Presidente Dilma Roussef em sua posse, a UFRJ não tem recebido os recursos que lhe cabem, inclusive para pagamento das empresas que prestam serviços de limpeza e portaria ao Museu Nacional. Impotente diante do que parece ser uma total insensibilidade da chamada 'política de austeridade' diante das necessidades básicas de nossa Universidade e, neste caso, do Museu Nacional, só nos resta esclarecer a comunidade universitária e a sociedade sobre a realidade que explica a suspensão das visitas, e vir a público para solicitar o apoio da sociedade e buscar sensibilizar as autoridades governamentais", afirma a nota.

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Estaleiro EBR mantém obra em São José do Norte com dificuldades





Empresa aporta capital próprio no empreendimento devido aos cortes de repasses do Fundo da Marinha Mercante
Jefferson Klein
JOÃO MATTOS/JC
Aumento no número de trabalhadores da planta, previsto para 2015, não será concretizado no momento
Aumento no número de trabalhadores da planta, previsto para 2015, não será concretizado no momento
O impacto da Operação Lava Jato (que investiga a corrupção na Petrobras e em contratos firmados pela estatal) no setor da construção naval também pode ser sentido na Metade Sul gaúcha. Apesar de a companhia Estaleiros do Brasil (EBR) seguir com a implantação do seu estaleiro no município de São José do Norte, a empresa está aportando recursos próprios no empreendimento devido à suspensão de repasses provenientes do Fundo da Marinha Mercante. Outra questão pendente é a possibilidade de atrasar a finalização da integração dos módulos no casco da plataforma de petróleo P-74, que será feita no complexo.

O vice-prefeito de São José do Norte, Francisco Elifalete Xavier, comenta que a comunidade está vivendo uma mistura de otimismo com receio. O dirigente revela que, recentemente, conversou com o presidente da EBR, Alberto Padilla, e o executivo confirmou que havia uma grande dificuldade para a liberação de recursos oriundos do Fundo da Marinha Mercante. Conforme Xavier, esse repasse atualmente está suspenso. “Hoje, o empreendimento está andando com recursos próprios, o que causa uma preocupação”, frisa o vice-prefeito. O dirigente também enfatiza que essa prática tem um limite e se a situação perdurar por mais de 90 dias ficará mais complicada.

Xavier ressalta que não há previsão de dispensa de funcionários. No entanto, o aumento do número de trabalhadores que deveria ocorrer no começo deste ano não acontecerá. O vice-prefeito descarta a possibilidade de um retrocesso, com o encerramento das atividades, mas teme o retardo das ações e o reflexo na geração dos empregos. O dirigente ainda comenta que, até o momento, já teriam sido aplicados cerca de R$ 300 milhões no empreendimento.

Procurada pela reportagem do Jornal do Comércio, a assessoria da EBR informou que, por enquanto, a companhia não está se pronunciando para a imprensa. O grupo Toyo Setal (controlador da EBR) firmou acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal quanto ao esquema de corrupção na Petrobras investigado na Operação Lava Jato. Antes da EBR impor esse período de silêncio, em maio de 2014, o presidente da empresa afirmou que aproximadamente 75% das obras do estaleiro (que iniciaram em setembro de 2013) já haviam sido concluídas. O término do empreendimento estava previsto para este mês de janeiro.

Para 2015, no pico dos trabalhos na P-74, a estimativa era de que cerca de 3 mil pessoas estariam trabalhando na unidade. Padilla disse ainda que o cronograma previsto para a plataforma deveria ser cumprido com a entrega da P-74 para a Petrobras no próximo mês de dezembro.

Atualmente, a EBR está desenvolvendo as obras do próprio estaleiro e adiantando os trabalhos que são possíveis da P-74, antes da chegada do casco da estrutura que está sendo preparado no Rio de Janeiro. No momento, estão atuando no complexo em torno de 700 trabalhadores. De acordo com dados do site da EBR, a companhia está investindo R$ 500 milhões nas primeiras etapas de construção de seu estaleiro localizado no Rio Grande do Sul. A unidade terá capacidade de processar 110 mil toneladas de aço por ano e cais com 820 metros lineares para executar serviços de integração em duas plataformas FPSOs (unidades flutuantes que produzem e armazenam petróleo) simultaneamente.

Transporte dos funcionários de Rio Grande a São José do Norte é feito com auxílio de lanchas

Um dos pleitos da prefeitura e de trabalhadores de São José do Norte é que a EBR aproveite o máximo possível de mão de obra da região. Na semana passada, metalúrgicos fizeram uma manifestação para sensibilizar a empresa sobre isso. O vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Rio Grande e São José do Norte (Stimmmerg), Sadi Machado, adianta que uma reunião foi marcada para amanhã para discutir o assunto. Porém, o sindicalista enfatiza que uma reivindicação cobrada já foi atendida: o transporte de funcionários entre Rio Grande e São José do Norte através de uma lancha exclusiva. O veículo deverá ser disponibilizado até o final do mês.
Apesar da Operação Lava Jato, Machado informa que o dia a dia de trabalho permanece normal. Porém, há um clima de insegurança. O sindicalista detalha que a EBR, aparentemente, não demitiu, ao contrário do que houve no estaleiro da Ecovix, em Rio Grande, que desmobilizou em torno de 2 mil trabalhadores. O vice-presidente do sindicato diz que atualmente são cerca de 6 mil funcionários atuando na Ecovix e há rumores de que a companhia planeja enxugar o quadro para atingir o patamar de 4,5 mil pessoas. “Será um impacto enorme se isso ocorrer.”

O dirigente acredita que parte da mão de obra, se houver demissões em Rio Grande, pode ser assumida pela EBR.

O vice-presidente executivo do Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval) na região Sul, Eduardo Krause, não crê em fechamentos de unidades de construção naval em Rio Grande. “O que estou visualizando é uma diminuição em um período, como acontece com qualquer pessoa física ou jurídica que fica combalida”, compara. Para o dirigente, a situação é passageira. Krause, que esteve na semana passada visitando o estaleiro da EBR, constatou que o complexo está operando normalmente. No entanto, admite que a empresa sofrerá dificuldades. “Todos eles (estaleiros) fizeram operações, absolutamente legais, no Fundo da Marinha Mercante, que foram aprovadas, publicadas no Diário Oficial da União e o repasse não está vindo”, comenta.
Krause vê esse contexto com naturalidade, devido à Operação Lava Jato, e classifica como um obstáculo temporário. “É algo de uma órbita que não é a da indústria, é uma questão, vamos chamar de criminal, que o Judiciário está examinando, que não vai impedir de o País andar para frente”, argumenta. O dirigente ainda acrescenta que as maiores reservas nacionais de petróleo e de gás estão localizadas, justamente, no mar e, portanto, terão que ser tomadas medidas para prospectar esses recursos, como é o caso da construção já prevista de navios e plataformas.

Até quando vamos tolerar esses abusos criminosos?









A maioria de nós, o povo, jamais conseguirá um dedinho se quer de uma grana dessas durante essa vida física. Nem que trabalhe dia e noite feito boi. Enquanto isso, mesmo em crise, a presidente, o cargo máximo da nação faz um papelão desses? É óbvio que não foi apenas Dilma que gastou abusivamente com o dito cujo Cartão, outros presidentes também torraram. Mas, quem está no poder agora é Dilma e portanto, é dela que tratamos.
Somando apenas 2014 e os dois primeiros meses de 2015, Dilma gastou R$ 20 milhões no Cartão Corporativo. Sendo R$ 18,6 milhões em 2014 e R$ 1,8 milhões até agora, em 2015. (Reveja Aqui).
Pensemos: no que uma pessoa com certa idade avançada gasta R$ 20,4 milhões, no cartão? O que esta senhora comprou tanto? É um descalabro! É um loteria por temporada?
E outra: sigilo? O povo não ter direito nem de saber no que foi gasto o dinheiro de seus impostos? E pior, para que serve o Congresso (Câmara e Senado) que não dizem nada a não ser amém, enquanto fazem de conta que estão 'brigadinhos' com o desgoverno?
Deve ser por que o desgoverno, com o qual encenam briguinhas, lhes concedeu mais de R$ 2 bilhões em regalias de Dezembro de 2014 ate agora. Boa parte, no pacotão de natal, e outra boa parte no fundo partidário triplicado.
Não nos enganemos: derruba-se a gastadora profissional da Dilma, entra outra desgraça do velho e corrupto esquema político brasileiro e lá iremos nós novamente descer a lenha e tirá-los à custa de protestos e pressões em todos os sentidos.
O Brasil precisa acabar urgentemente com essas regalias absurdas, com esses sigilos das gastanças e com a dita cuja imunidade parlamentar, o foro privilegiado entre outras tranqueiras que desgraçam nossa nação.
E tem uma, embora estejamos seguindo passo a passo, sendo altamente realistas, vai ser preciso muito mais para por ordem na casa chamada Brasil.

      Pé na bola

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Mousse de chocolate

Mousse de Chocolate Ingredientes: - 3 ovos - 200 gramas de chocolate meio amargo - 2 colheres de sopa de açúcar - 1 lata de creme leite Modo de preparo: Bata as gemas na batedeira até dobrarem de volume, junte o açúcar e continue batendo. Derreta o chocolate a acrescente a gemada. Junte o creme de leite batendo sempre, e em seguida as claras em neve misturando rapidamente na batedeira. Coloque em uma travessa e leve a geladeira até adquirir consistência.

terça-feira, 12 de maio de 2015

Batata Recheada - Pé na bola

INGREDIENTES Avalie essa receita Enviada por Monique Lanes Tempo de preparo 1h 00min Rendimento 8 porções 4 batatas grandes 2 colheres de sopa de azeite 1 cebola pequena picada 400 g de carne moída Sal e pimenta do reino a gosto 1/2 xícara de chá de molho de tomate 1/2 lata de creme de leite sem soro 1 xícara de chá de mussarela ralada no ralo grosso 4 colheres de sopa de batata palha 1 colher de sopa de salsa picada    

                         Pé na bola

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Ganache com espetinho de frutas

ingredientes 1/2 xícara de maionese 6 morangos inteiros 6 uvas tipo Itália inteiras 2 fatias médias de abacaxi cortadas em cubos médios 100g de chocolate ao leite 6 palitos de madeira pequenos para churrasco modo de preparo Espete um morango, uma uva e um cubo de abacaxi em cada palito Arrume em uma travessa pequena e reserve Em uma tigela, derreta o chocolate picado em banho-maria Retire do banho-maria e acrescente a maionese misturando delicadamente até ficar homogêneo e cremoso Coloque a mistura em uma tigela para fondue Sirva frio ou quente, mergulhando as frutas reservadas
     
                                                                 Pé na bola

domingo, 10 de maio de 2015

“O povo brasileiro quer ver essa cambada do mensalão na cadeia”. Malafaia


Em vídeo divulgado pelo pastor Silas Malafaia na sexta-feira (18), o pastor faz denúncias graves sobre a perseguição política e religiosa que vem sofrendo do governo petista, que segundo ele, tem usado a Receita Federal como instrumento de perseguição à sua pessoa. Malafaia mostra documentos de fiscalizações impostas pela Receita, que começaram a acontecer logo após o protesto pacífico, que aconteceu no dia 05 de junho de 2013 em Brasilia que reunião mais de 70 mil pessoas, liderado pelo próprio Malafaia. Durante o protesto o pastor mandou um recado ao STF e às autoridades brasileira, dizendo o seguinte: “O povo brasileiro quer ver essa cambada do mensalão na cadeia”.
Segundo o pastor, essa manifestação foi o estopim para o início da perseguição. Pouco mais de 1 mês após o protesto, a Receita Federal começou a enviar intimações solicitando diversos documentos para fazer uma investigação contra a AVEC como a ADVEC, ambas presididas pelo pastor Silas Malafaia. Diversas outras intimações foram enviadas desde esta primeira.
“(…)Eu to denunciando aqui a um ano minha gente, que esses caras tão em cima de mim sem parar, com centenas e centenas de documentos, não arrumaram e nem vão arrumar nada (…)escute, vou dar um sugestão ao governo do PT. Por que não manda investigar o filho do Lula, que era um pobre rapaz quando o pai dele passou a ser presidente e hoje é um milionário? (…) A sociedade precisa saber da riqueza do filho do Lula. (…) Povo brasileiro, daqui a pouco esses caras querem transformar isso aqui numa Venezuela e numa Cuba…”

https://youtu.be/4bIIQQ5FURQ  Video

sábado, 9 de maio de 2015

"SER MÃE" Matéria deste blogueiro




       Homenagem a todas Mães do mundo que sabem, das dificuldade de criar um filho, seja ele recém nascido, adolescente e assim por diante. Com certeza pelo mundo que vivenciamos hoje. Sabemos o quanto é difícil............. "SER MÃE" É carregar consigo os desafios do lar e a dor da vida moderna, em ver seus filhos sofrendo por algo que a olhos nus somente ela consegue perceber.É não ficar esperando os problemas por si mesmo; é procurar, com calma, não deixar se dominar pelo desânimo. Às vezes ficamos a nos perguntar, de onde vem tanta força, tanto domínio espiritual de uma Mãe? Mesmo os filhos mais ousados que burlam as obrigações, que toda Mãe não espera de um filho. Mesmo assim ela não consegue deitar-se sobre qualquer tipo de raiva e contém-se mental e fisicamente sem mostrar aos outros seus sofrimentos, suas angústias, seus sacrifícios e seus temores.Ser Mãe é entender as dificuldades e perdoar sempre. Negando a perfeição de sua imperfeição, em seu sentimentos autênticos, mesmo com seus filhos rebeldes não os considera culpados, nem há falsidade em sua consciência, pois consegue separar o joio do trigo. Ser Mãe é ser suscetível além de todos esses atributos a entender os direitos de outros e ser justa.Hoje, nós filhos, que muito fomos agraciados com esse ser superior, inqüestionável, devemos dar às nossas mães o que elas merecem, ou seja, um amor recíproco, alegria, compreensão, tolerância, respeito e muito mais reconhecimento...Ter Mãe é uma dádiva e nós filhos deveríamos saber retribuir todos estes sentimentos e ter dignidade de dizer: “Mãe, você é o nosso porto seguro, nossa riqueza benéfica, pois a ti devemos toda a nossa existência”. Obrigado Mães, por vocês existirem em nossas vidas.

                                                           Pé na Bola.

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Bolinho de Carne - Receita - Pé na bola


Ingredientes 1 pão francês 1/3 xícara (chá) de água 1/2 kg de carne moída 1 cebola pequena picada 1 dente de alho amassado Sal e pimenta-do-reino a gosto 2 colheres (sopa) de salsa picada 1 ovo Modo de preparo Numa tigela, coloque o pão francês e regua com água, molhando de todos os lados. Reserve por 15 minutos. Esprema o pão molhado para eliminar o excesso de água. Esmigalhe o pão dentro da tigela. Junte aí a carne moída, a cebola, o alho, sal, pimenta-do-reino a gosto, a salsa e o ovo. Mexa até misturar todos os ingredientes por igual. Forme bolinhos de cerca de 2 1/2 cm de diâmetro, usando uma colher (sopa) de massa para cada bolinho. Frite em óleo bem qunte até ficarem corados. Rendimento: 30 a 35 porções.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Culinaria nhoque com batata - Pé na bola

ingredientes 1 kg de batata Sal 2 ovos 2 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo Farinha de trigo para polvilhar Modo de preparo Coloque as 
batatas numa panela grande e junte água até uns 2 cm acima da batata. Acrescente sal. Tampe a panela e leve ao fogo alto. Diminua o fogo quando levantar fervura. Deixe cozinhar. Quando as batatas estiverem macias, tire do fogo e escorra. Descasque-as e passe pelo espremedor ainda quentes. Bata ligeiramente os ovos e misture ao purê de batata. Acrescente a farinha e amasse delicadamente até que fiquem tudo bem misturado. Divida a massa em porções de 1,5cm de diâmetro, sobre uma superfície enfarinhada. Corte nhoques de 2cm de comprimento e vá arrumando-os sobre bandejas forradas com guardanapos tmbám polvilhadas com farinha. Cozinhe os nhoques aos punhados numa panela com bastante água e sal. Quando subirem à superfície, retire-os com uma escumadeira e escorra bem. Sirva com molho de sua preferência e polvilhe com queijo parmesão ralado. Dica A quantidade de farinha de trigo varia de acordo com o tipo de batata, é aconselhável testar a consistência da massa: depois de tudo bem misturado, faça alguns nhoques e cozinhe-os. Se ficarem no ponto desejado faça o restante dos nhoque. Caso fiquem moles, junte mais farinha à massa. Rendimento:
4 porções.

               Pé na bola

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Programa do PT na televisão Vira Piada. São uns cara de Pau.



















Não me venham pregar moral de cuecas seu PT, ata os outros são os culpados kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


O PT silenciou  a própria presidente da República, como se o partido não tivesse também a total responsabilidade pelos atos praticados pelo governo nos últimos 12 anos e que trouxeram o país e as famílias brasileiras à grave crise hoje enfrentada pela povo.

Diz a propaganda que o PT está ao lado do trabalhador e que não permitirá que seus direitos sejam cortados. Exatamente no mesmo dia em que chegam à Câmara dos Deputados duas Medidas Provisórias assinadas pela presidente em que são claros os cortes de conquistas dos trabalhadores.

O programa chega às vias de um teatro do absurdo que ofende os brasileiros quando o presidente do partido afirma que o PT e o governo combatem a corrupção.kkkkkkkk

O PT promete a expulsão de quem for condenado por corrupção, mas não explica aos brasileiros por que mantém entre seus principais nomes os condenados do mensalão José Dirceu e José Genoíno, entre outros que permanecem com poder de mando sobre o partido e sendo saudados como heróis. O partido que mais recebeu dinheiro de empresas privadas agora diz defender sua proibição. kkkkkkkkk anjinhos

Os dez minutos de propaganda política do PT utilizaram a mesma estética e o mesmo discurso da campanha eleitoral mais desonesta da história. Mas os brasileiros, que já foram vítimas de um estelionato eleitoral sem precedentes, não vão se deixar enganar novamente.

O programa do PT subestima da inteligência e desrespeita milhões de trabalhadores e de famílias que conhecem bem a realidade em que vivem. Ainda trazem a história de Getulio Vargas o Presidente que fez e vigorar até hoje as leis trabalhista. Acho que eles acham que todo mundo fazem parte deste caos de eles próprio deixaram o Brasil , lembrando o passado que nada tem haver com que está acontecendo hoje " Cadê o Dinheiro do Fies." Há agora não querem receber dinheiro de empreiteiras e sim do nossos impostos, e o ano que vem que não tem eleições Federais. Será que os partidos irão receber, Hipocresia está superando a luta para termos uma população mais digna neste deste País, onde os mesmo parecem não querer exterminar com essa corrupção nojenta e nada e feito. Quando teremos a verdadeira justiça para esses corruptos e corruptores.

          Pé na bola