sábado, 30 de agosto de 2014

3ª Rodada do Campeonato nortense de 2014 com os seguintes Jogos. Confira os Resultados do 1ª e 2ª quadros após os jogos. Já com os resultados


   


Neste domingo teremos o inicio de uns dos melhores campeonato amador da zona sul.

Onde apesar das dificuldades dos clubes para fazer seus plantéis, amanha  estará, começando e dando lazer as comunidades do interior de São José do Norte - RS.
Uns dos campeonatos que já faz parte da cultura do nosso município.

uma abraço a todos e que tenham um belo e maravilhoso campeonato e que vença o melhor.


joaowaldirpenabola.blogspot.com.


Campeonato amador e com o Pé na bola.
 Com certeza pós os jogos os resultados dos confrontos.




Campeonato Amador Nortense.                      2º Quadros                       Localidade

Barrense      1     x     1    Liberal                       3  x 4                             Povoação da Barra
Olaria           1    x      4    Beira - Mar                 4  x 2                             Tesoureiro

Folga      -           Cocuruto
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Varzense      2      x    0    Bonsucesso              3  x 4                               Varzéa
Oriente         1       x    0    Capivarense             3  x 1                               Merecilda
Folga                -       Passinho
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Bujuruense   1    x     2       Guarani                   2 x   2                             Bujuru
Flamengo     1    x     1       Bojuru                     0  x  1                             Turpim
folga        -               Ari Barroso
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

                            Pé na bola                                                                                                                 



2ª   Rodada do Campeonato Nortense         2º Quadros                Localidades


Liberal            3    x      0        Olaria                       1 x 2                                          Cidade


Beira - Mar    1     x    2         Cocuruto               2 x1                                       Quinta secção da Barra

Folga............Barrense
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Bonsucesso  2    x   1          Passinho                 2 x 0                                      Barranco


Capivarense 1  x     0       Varzense                    0 x 0                                      Capivaras


Folga............Oriente

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Ari Barroso   0    x    1        Bujuruense             1 x 2                                        Retovado


Guarani         3      x  4          Flamengo             0 x  0                                      Capão do Meio


Folga ............  Bojuru

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
                                     
 3ª Rodada do Campeonato Nortense         2º Quadros

Olaria           0     x    0           Barrense            1  x  1

Cocuruto          x               Liberal
Folga.......  ..Beira - Mar
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Passinho         x               Capivarense

Varzense        x                Oriente
Folga..........Bonsucesso 
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Bojuru        4      x   1             Guarani             1  x  0

Flamengo      x                Ari Barroso
Folga................Bujuruense
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

                                              Pé na bola                                               



Portugal de meus antepasados, parte II

Novembro de 1807 - Tropas do exército de Napoleão Bonaparte invadem Portugal. A família real foge para o Brasil, com várias embarcações e o apoio de três navios de guerra da Armada Inglesa (naquela época os britânicos mandavam na economia mundial até 1945. Com o fim da Segunda Guerra Mundial então, o domínio passou aos americanos do norte). A família real chega ao Rio de Janeiro em janeiro de 1809; funda o Banco do Brasil. A sede do Brasil Colonial havia passado da Bahia para o Rio em 1763. Dom João VI, Príncipe Regente, quando foi para Portugal, em 1821, passou a ser Rei de Portugal. Carlota Joaquina, nascida na Espanha, casou-se aos 10 anos de idade, enquanto Dom João VI, Príncipe Regente, casou-se aos 14 anos de idade, mas o casal só foi viver junto quando Carlota completou 18 anos. O casal teve 10 filhos, seis homens e quatro mulheres. D. João VI voltou a Portugal depois que as tropas de Napoleão foram expulsas. Dom João teve 13 anos de poder no Brasil, enquanto que D. Pedro I, teve 10 anos (1821 a 1831). Em 1822, foi proclamada a Independência. Quando retornou a Portugal D. Pedro I passou a denominar-se D. Pedro IV, Rei de Portugal e morreu em luta com seu irmão de nome Miguel, porque havia tirado a irmã deles do poder em 1831. Dom Pedro ao regressar a Portugal deixou seu filho, com seis anos de idade, com uma regência de três, em companhia de José Bonifácio de Andrade e Silva, nascido em 1763 e denominado Patriarca da Independência, um padre e outra pessoa. 1840 o Império em plena ação contra os Farroupilhas há cinco anos, fez com que D. Pedro declarasse a maior idade aos 14 anos. A revolução segui-se por mais 5 anos, oferecendo a Duque de Caxias - O Pacificador - como único brasileiro a receber esse título; os demais eram portugueses. Proclamação da Republica - Dom Pedro II (1840 a 1889) quando, em 15 de novembro, aconteceu a Proclamação da República. Em 1845 aconteceu a fim da Revolução Farroupilha. O Império esteve, também, atuante na Guerra do Paraguai, onde Brasil, Argentina e Uruguai formaram a tríplice aliança, com apoio da maçonaria. Títulos nobres no Imperio - Duque, somente Caxias, como brasileiro recebeu esse título, pois os demais condecorados eram portugueses. Conde, Marquês, Visconde e Barão (um esta enterrado no cemitério de São José do Norte e governou a Província de São Pedro, mas nasceu em Lisboa: Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá, que chegou a Visconde. Com visão de administrador, possuiu 400 mil hectares de terras, fundou bancos, no Brasil e no Uruguai; estendeu o Cabo Submarino até o Estaleiro Mauá, no Rio de Janeiro; teve a primeira Viação Férrea entre Rio e Teresópolis; firma de luz e gás no Rio de Janeiro; navegação no Amazonas; foi associado de bancos na Inglaterra. Ficou milionário, empobreceu e voltou a ficar rico. Foi homem de visão e tentou fazer com que o Brasil acompanhasse a revolução industrial que se verificava na Inglaterra. Dom Pedro II não aceitou e o Barão de Mauá disse que "um dia a história iria lhe cobrar". O Barão de Mauá nasceu em Arroio Grande, aqui no Rio Grande do Sul e chegou ao titulo nobiliário de Visconde. Chegada dos poveiros Os primeiros poveiros (habitantes de Povoa do Varzim) chegaram ao Rio Grande e São José do Norte em 1880, enquanto que o último, para radicar-se na "Mui Heroica Vila", como se tem notícia, está registrado em 1953 Os poveiros trouxeram da velha Portugal outros tipos de canoas e velas, adaptando também, outros tipos de redes de pesca que melhoraram a produção de captura das espécies na Laguna dos Patos e costa oceânica. Filmes sobre a história portuguesa Entre outros, recomendamos: "Carlota Joaquina - Princesa do Brasil", lembrando a época de Dom João VI, Príncipe Regente (1808 a 1821); "Independência ou Morte", Dom Pedro I (1821-1831); "Mauá, o Imperador e o Rei", período de Dom Pedro II (!840 a 1889). Visita a Povoa do Varzim Minha primeira visita a Povoa do Varzim, realizou-se no último mês de junho. Um povo muito apegado a família e de maioria católica. No entanto pude constatar muitas igrejas fechadas, por falta de padres e, inclusive, alguns são recrutados no Brasil para o suprimento da falta de padres no País. Não vi templos ou igrejas de outras religiões. Interessante é que a tainha, peixe tão apreciado pelos brasileiros, especialmente no sul, é muito pouco consumido em Portugal, muito embora o grande número de cardumes vistos na Povoa do Varzim e no cais de Lisboa. Esse peixe tem tamanho diferenciado (para menor) na Vila do Conde. Na Povoa do Varzim tive oportunidade de visitar o cemitério, onde se encontram enterrados meus entes passados e constatei o grande número de famílias Pereira da Silva, Fernandes Troina (meus antepassados) assim como Ribeiro Pontes, Arteiro e Paroleiro, entre outros e dos quais conhecemos muitos residentes aqui na região. Também tive oportunidade de visitar uma antiga arena (praça de touros) desativada, mas que mostra o passado, quando era comum em Portugal, México e Espanha o gosto popular pelas tardes de touros, como bem nos mostra o filme (preto e branco) da década de 40 "Sangue a Areia". Historiador Oracy Troina da Silva

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Deputado federal e estadual,senador e vereador.Quais são suas funções?




















Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir. Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso. E com confiança no que diz. Vereador tem alcance municipal. Eles criam as leis que vigoram no município e fiscalizam as ações do prefeito. Eles formam a Câmara Municipal. Os deputados estaduais tem alcance estadual. Eles criam as leis que vigoram no estado e fiscalizam as ações do governador. Eles formam a Assembléia Legislativa de cada estado. Deputados federais tem alcance nacional. Criam leis que valem no país inteiro, fiscalizam o governo federal (ministérios e presidente). Os deputados federais representam o povo do seu estado na federação. Quanto mais povo um estado tiver, mais deputados terá. Eles formam a Câmara dos Deputados. Senadores também tem alcancel nacional e fazem quase as mesmas coisas que os deputados federais fazem. Uma das diferenças é que cada estado tem 3 senadores, independente do tamanho da população. Eles formam o Senado. Algumas coisas são feitas pelo "Congresso Federal" que é a soma da Câmara dos Deputados e do Senado. As atribuições de quais leis podem ser feitas no município, no estado ou no país são definidas na constituição. Por exemplo: leis sobre mineração e recursos naturais só podem ser feitas na câmara dos deputados e no senado federal. Leis sobre impostos sobre circulação de mercadoria é atribuição das assembléias legislativas de cada estado. Leis sobre impostos sobre serviços é competéncia das Câmaras Municipais. Isso dá muita confusão. As vezes um vereador quer criar uma lei que está além de suas atribuições. Por exemplo, um vereador não pode criar uma lei insentando de um certo imposto federal os cidadãos da sua cidade. Ele não tem esse poder. No Brasil, infelizmente, os membros do poder executivo também fazem muitas leis. Os prefeitos, governadores e até o presidente e seus ministros criam projetos de lei que são submetidos aos legislativos para aprovação/rejeição. As medidas provisórias que o governo federal emite funcionam quase que como leis. Isso dá uma confusão danada.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

A validade da política e do partido

A durabilidade de 15 ou no máximo 20 anos para tendências, instituições e até para o regime de governo é uma constante na vida política brasileira. Desde a proclamação da República, no encerrar do século 19, a volatilidade é presente. A própria República foi um golpe e seus proclamadores logo sofreriam outros golpes, com o poder mudando de mãos dentro do próprio grupo. O regime de 1930 durou 15 anos e, quando voltou pela via do voto, Getúlio acabou levado ao suicídio. Sua morte, que teria ocorrido para evitar a deposição, seguiu-se de um período atribulado, onde houve golpe e contragolpe para garantir a posse de Juscelino Kubistchek, que sufocou vários levantes durante seu governo. Jânio renunciou no sétimo mês de governo e Jango, depois de muito contratempo, acabou deposto em 64. O próprio regime de 64 teve de abrir-se para a anistia em 1979, embora resistisse até 85. A chamada Nova República perdeu sua força junto com o Plano Cruzado, onde Sarney pretendeu acabar com a inflação por decreto. Na sua sequência veio Collor e seu confisco, que acabou no “impeachment”. O vice Itamar Franco, feito presidente, criou o Plano Real e serviu de base para a era FHC, de oito anos, já decorrente do naufrágio do antigo e vanguardista PMDB. A seguir veio Lula, com seus dois mandatos e popularidade nunca antes vista num governante ao encerrar seu período. Tanto que do seio do seu próprio governo nasceu e tornou-se vitoriosa a candidatura de Dilma. Surgido na esteira do grito por liberdade, na virada dos anos 70/80, o Partido dos Trabalhadores ascendeu e desde 2003, governa o país e exerce o poder sobre os outros partidos que formam sua base de sustentação. É daí que lhe vem um dos maiores problemas: o mensalão. O processo ora em julgamento no Supremo Tribunal Federal apura o denunciado desvio de dinheiro público para a aplicação na compra de votos dos parlamentares da base aliada. Ninguém, em sã consciência, é capaz de, a essa altura, prever quais os reflexos disso tudo para a imagem e o desempenho do partido. Os acontecimentos na campanha eleitoral de São Paulo, onde o tucano histórico José Serra perde em desempenho, pode representar mais do que seu declínio eleitoral. A leitura correta pode estar no final do prazo de validade do próprio partido, que também enfrenta problemas em outros pontos do país. E o PT, nascido em 80, mas verdadeiramente decolado nos anos 90, também tem de colocar suas barbas de molho em relação à obsolescência política historicamente vivida pelo País. Mais do que as feridas do mensalão, o peso da idade política poderá ser demasiado sobre sua estrutura e torná-lo tão inválido quanto as outras agremiações que já estiveram no poder. Prazo de validade de 15 a 20 anos. Eis a questão... As forças da sociedade precisam se manter atentas ao inexorável relógio político-institucional do País, que funciona acima de regime, partidos ou ideologia. Quem ignorá-lo, certamente, ficará fora do processo.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Assassinaram a Gramática

Não sei que empresa ou que órgão público é responsável pela confecção das novas placas de sinalização que estão sendo colocadas ao longo do trecho em duplicação da estrada, interligando Rio Grande e Pelotas. O fato é que, passando pela localidade de Domingos Petroline, encontrei três delas com erros injustificáveis.        
O primeiro é o de uma placa indicando “desvio á direita”, com assento agudo, quando o correto seria a utilização do assento grave (crase), visto que o sentido da frase é “desvio para a direita”. As outras duas placas indicam que o motorista está na localidade de Domingos Pretoline, isto mesmo, “PRETOLINE”, quando o correto é Petroline.        
Não imagino quantas outras podem ter sido confeccionadas com erros, mas estas três já são suficientes para indicar a falta de conhecimento da língua nacional e de geografia.  

                                 Pé na bola      

terça-feira, 26 de agosto de 2014

A Murdechização definitiva da mídia brasileira

A Murdechização definitiva da mídia brasileira

 


Do Cafezinho - 15/12/2012 

reportagem de capa da Época desta semana revela a murdochização inexorável, definitiva e… cara de pau da mídia brasileira… Trata-se de uma matéria feita inteiramente com vazamentos seletivos fornecidos pela Polícia Federal.

O esquema de Murdoch na Inglaterra era parecido. Seus jornais subornavam policiais para obterem dados sigilosos dos desafetos ou vítimas da vez. A maioria das vítimas eram celebridades, cujas intimidades eram expostas na mídia. A coisa aqui, porém, é bem mais pesada. O mau caratismo murdochiano visava, na maioria das vezes, apenas o lucro. Na mídia brasileira, o esquema de vazamentos de dados sigilosos para órgãos de comunicação faz parte de uma estratégia de luta pelo poder.

A matéria da Época força a barra ao vender simples conversas entre Rose e os irmãos Paulo, ou dos irmãos entre si, sobre a Ação Penal 470, como “tentativa de influenciar o julgamento do mensalão”.

O envolvimento de Dirceu na história, entra, mais uma vez, de maneira nebulosa, sem qualquer prova de crimes. A matéria, assinada por Diego Escoteguy, que trabalhou na Veja, incorpora sem nenhum critério, do início ao fim, ilações desencontradas, baixa intriga e insinuações levianas.

O problema de alguns segmentos do jornalismo de escândalos assemelha-se ao da oposição politica: falta de objetividade e consistência. Uns não conseguem provas para embasar suas denúncias, outros não conseguem votos.

Ganhar a confiança da mídia é fácil, basta demonstrar ausência de escrúpulos quando se trata de chutar o “lulo-petismo”. Difícil é ganhar a confiança do povo.

Entretanto, temos aqui uma situação realmente grave: a luta política está se deteriorando para uma guerra suja e antidemocrática, onde já se pode vislumbrar a criação de uma frente golpista, que inclui os seguintes pontos:


  • Esquema de vazamentos seletivos de operações deflagradas pela Polícia Federal.
  • Rede de apoios entre procuradores, figuras corruptas da PF, empresários de mídia ligados à oposição.
  • Grupo de ministros do STF dispostos a violar princípios constitucionais básicos, interpretando a Constituição de maneira distorcida, ou contra legem.
  •  
A ação do STF é essencial ao esquema. Juízes tem procurado consolidar a tese, que é eminentemente golpista, de que tem o poder quase ilimitado para “interpretar a Constituição”. Existe interpretação da Constituição sim, mas voltada para o aprofundamento de seus princípios, e não contra eles. A Constituição, por exemplo, volta-se sempre em favor da democracia, em favor da presunção da inocência, em favor da preeminência do povo, só para citar alguns exemplos.

A reportagem da Época, porém, é traída justamente por seu tom exagerado e alarmista. Falta conteúdo. Pra piorar, ao final, reproduz uma conversa privada entre Adams, advogado-geral da União, e Weber, advogado-adjunto da mesma instituição, com ilações sobre quem seria “Paulo”.  O máximo que a revista conseguiu, após fuçar horas de conversas  convencionais entre dois funcionários da AGU foi uma frase de Adams perguntando se ele teria “ido no Paulo”. Adams diz que se referia a Paulo Kuhn, procurador geral da União, e ao jantar em sua homenagem. A reportagem, ao invés de ligar para o tal Paulo Kuhn, e perguntar se houve, de fato, tal jantar, prefere o suspense. Ou seja, o único momento em que a revista poderia acrescentar uma informação nova ao “dossiê” que recebeu do esquema golpista de vazamentos seletivos, não faz o serviço.

Não estou dizendo que Adams seja inocente, apenas ressaltando a criação de um ambiente onde todos são culpados. As mais inocentes conversas ao telefone são manipuladas com objetivo de se encaixarem em determinadas teorias. Cria-se, assim, um clima de chantagem perpétua contra qualquer autoridade e mesmo contra qualquer cidadão comum. Haveria, dentro da  Polícia Federal, um balcão de negócios para vender informações sigilosas? Murdoch vendeu muito jornal comprando sigilos da até então incorruptível Scotland Yard. Quando estourou o escândalo em Londres, um membro do esquema Murdoch revelou que pelo menos dez funcionários da respeitada polícia britânica estavam no bolso do magnata.

Se Murdoch conseguiu subornar membros da Scotland Yard, não é absurdo suspeitar que nossos barões midiáticos compraram agentes da PF, com objetivo de obter, com exclusividade, vazamentos das conversas captadas na Operação Porto Seguro, entre outros favores.

Pior que o vazamento, porém, é a sua seletividade, tanto dos trechos que interessam quanto do veículo a receber o material.  No mesmo momento em que vemos setores da mídia radicalizarem o discurso de oposição, e usarem seu poder de influência sobre o STF para obterem as vitórias políticas que não conseguem nas urnas, cria-se, dentro da Polícia Federal, núcleos de vazamentos seletivos de operações justamente para esses mesmos jornais?

Embora seja saudável vermos que a Polícia Federal tem autonomia para investigar a fundo membros do próprio governo, não me parece que o seja tanto a criação, dentro da PF, de um braço do grande esquema golpista. A coisa está ficando feia.  Condena-se sem provas, cassa-se mandatos ao arrepio da Constituição, e agora se promove vazamentos seletivos de informações sob segredo de justiça. A seletividade, claro, se dá em função dos interesses políticos do grupo que patrocina o esquema. É assim que operações enormes, que gravam uma quantidade colossal de conversas, a maioria das quais apenas conversas privadas, ou mesmo articulações de caráter político, se tornam fontes de material de chantagem. Esse é um poder eminentemente murdochiano. Se eu tenho em meu poder gravações que, mesmo que não oferençam nada de claramente comprometedor, podem ser facilmente manipuladas para causar grande dano político ou moral a uma autoridade, seja membro do executivo, parlamentar ou juiz, eis-me dotado de condições para chantageá-lo se não agir conforme a minha vontade. E assim se conseguem direcionar votações, remover nomes de relatórios finais de CPI, e impedir a abertura de outras comissões.
.

sábado, 23 de agosto de 2014

Lista dos Campeões Nortense de Futebol deste 1959























Times amadores de São José do Norte, que foram Campeões Municipais dos campeonatos Disputados por LIGA  CMD -DME.-Obtiveram exito (Quatorze) 14 Agremiações. Foram Campeãs do Amadorismo Nortense São José do Norte, que já teve 32 Equipes disputando 
campeonato Amador Nortense.    

O nosso Campeonato chegou a obter o título de  maior campeonato da zona Sul. com o tempo começou o exito Rural trazendo um pouco das comunidades para a cidade, não deixando as raízes familiares e muitos foram fechados, e outros não disputaram mais o campeonato. Mesmo assim com um pouco de sacrifício todos os anos participão de 14 a 18 Equipes, onde cada uma representa suas comunidades.

                                        Lista Campeões Nortense de Futebol deste 1959

                                                  
                                                        Títulos
Liberal F.C  l959 60 - 62 - 67 - 91 - 92 - 93 - 94 - 96 - 98 - 2001
Varzense     2000 
Bento Gonçalves  74 - 76 - 80 - 81 - 84 - 85 - 88 - 90
Oriente  61 - 64 - 68 - 70 - 71 - 75  
Beira Mar  95 - 2005 - 2006 - 2008 - 2009 - 2011,
Barrense   97 - 2002 - 2003 - 2004 - 2010 - 2012
Bojuru 65 -  69 - 83 - 99, 
Ari Barroso 79 - 86 - 87 - 89,
Ferrari   63-66, 
Divisa   73- 82  
Cocuruto   72 
Guarani     77
Tamandaré 78
Fortaleza   2007
                                                                                                                          




                                               Pé na bola

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Os Equilibritas e como tem?????? Matéria deste blogueiro


Nós do povo não temos mais consciência do certo, até porque os princípios de hoje em dia é equivocado pessoas usarem cargos Públicos e acharem que tudo é normal.
Mas nem todas as ações e reações são iguais, eles usam o seu poder abusam de regras pré estabelecidas , pelas quais já muitos de nós vivenciamos e praticam aquelas velhas e famosas frases, podemos dar um jeitinho, se nós não nos submetermos a sua Teoria estamos fora!
Olhando superficialmente, eles acham que têm melhor sorte, como “Furar a fila”, trapacear, dar um jeito, mesmo que tenha prejudicado terceiros, subindo no pedestal, como gostam de dizer, e sem maior pudor, e para nós que recebemos um ensinamento de valores, parece não valer nada nos dias de hoje.

Mas sempre devemos ter em mente que em primeiro lugar deve estar o caráter de uma pessoa, mas o que me parece estar assistindo a degradação de pessoas inescrupulosas, daqueles que querem se dar bem, de último ser o primeiro, de opressor passar a ser o oprimido. E tem uns que ocupam cargos temporariamente, acham que são capazes de convencer e isentar-se de culpas a quem ofenderam. Muitas deles conseguem, mas não por muito tempo, pois, logo em seguida as máscaras caem, e podemos ver como eles agem os ofendidos devem controlar a tensão nervosa e passar a analisar o que fez e qual as circunstância produziram este poder a eles, despreparados para ocupá-los.
Nós os oprimidos devemos levar a vida em frente e não levar em consideração este tipo de pessoas e nem levar em consideração Por estas devemos usar a velha lei universal, se semearmos o que é bom, colheremos o que é bom; porém se semearmos o que é mal colheremos os que lhe é devidos Só tem dois poderes para mudar esta situação o povo com sua cidadania ou a do poder maior que a força divina.

Brincadeira de Pé na bola


Uma pessoa é escolhida ou sorteada para esconder o rosto e contar, enquanto os outros se escondem. Uma bola é colocada em um lugar central.
Quando acaba de contar, o pegador sai à procura das crianças. Quando achar alguém, corre até a bola e grita "um, dois, três" e o nome do participante encontrado.
Quem é encontrado fica fora da brincadeira, até que outro participante chute a bola antes de ser visto pelo pegador.
Ele deve gritar: "Um, dois, três. Pé na bola. Salvo todos os participantes". Se o pegador encontrar todos antes de alguém chutar a bola, o primeiro a ser encontrado vira o novo pegador.
Em algumas versões desse jogo, se a primeira pessoa encontrada não conseguir bater no pique antes do pegador, ela tem que se juntar a ele para encontrar as outras. confira as brincadeiras de Pé na bola.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Adolescentes: Como Criá-los nos dia de Hoje? Matéria deste blogueiro

Muitos difícil para os Pais. 

Na realidade estamos convivendo com esse dilema, pois como pais nos perguntamos como impor limites aos nossos filhos adolescentes, se proibimos eles se voltam contra nós, se liberamos temos que ficar atentos em eterna vigilância.

A tecnologia obviamente nos trouxe o progresso no sentido de facilidade de comunicação com o universo e outros, mas na educação familiar trouxe controvérsias, pois os adolescentes com facilidade de manusear o computador ficam se achando o máximo, esquecendo-se de seus instrutores, e navegam na internet, aprendendo coisas vulgares que as incentivam a tomarem posturas inconvenientes contra os outros, às vezes sem conhecimento de seus pais e aqueles que os rodeiam.

Logicamente que nem todos, mas aqueles que tem maior facilidade de ter computadores os pais são sempre alvos de questionamentos e o avanço chegou a toda camada da sociedade e nós pais as vezes somos tachados de antiquados por eles, e aí, como educar se o mal está ao alcance de todos, seja ele adolescentes ou não, que queira a ele somar-se, sem conhecimento do mal que estão causando a si, e quando tomamos atitudes meio ásperas para ajudar, somos chamados com diversas expressões, tais como; “careta não sabes nada, pensas que nasci ontem, cheguei tarde, porque estou ficando, já passou o tempo de vocês”, e nós pais somos os primeiros a serem oprimidos por esta diferença tecnológica e as mudanças de comportamento que este século nos trouxe, não que esta regra sirva para todos os adolescentes, porque encontramos vários que as vezes tem mais caráter e dignidade e assumem posturas que surpreendem os próprios pais.
Estou citando a maioria em nosso País, que o progresso tecnológico afetou e tomam atitudes inconvenientes de não respeitar os mais velhos e os com maior experiência de vida, pois muitas vezes nos perguntamos, será que o Mundo mudou o nós pais não acompanhamos a evolução dos nossos filhos e ficamos cobrando, será que damos a devida atenção a eles, mas a vida agitada que nós pais levamos, até para dar um pouco mais de estudo para eles próprios e lutar para que a família tenha vida mais digna, que tanto a sociedade nos cobra.
Quando leio uma mensagem que o Senador Paulo Paim, com sua sabedoria proferiu, “queira DEUS meu filho que um dia você possa também dizer, estou velho vivi intensamente tive experiências alegres e sofridas, estou feliz”.
O nosso sonho é ver a geração do presente respeitar a geração do passado para construirmos a geração do futuro”.
Quem conseguir dominar a internet vai dominar o Mundo
Frase que move a trama de Pixcodelics.



PÉ NA BOLA.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

A Mídia faz a diferença???????????? Matéria deste blogueiro

Quando fico a pensar, como as pessoas são levadas por propagandas enganosas, claro feitas por emissoras de TV, Radiofônia e outras, usam esse artifício para enganar o povo. Principalmente, aquele que tem pouco esclarecimento e até os mais esclarecidos, com pesquisas e outras nuances que podem se apegar. Pois, muitos do povo gostam de votar para ganhar, seja qual for o partido, mas, as pesquisas aponta um que nem estava no contexto, mas com uma midia forte, obviamente essas pessoas começa a alcançar altos índices de popularidade. Às vezes, notamos certo comprometimento de comunicadores, seja ele em matérias escritas, televisiva ou outros meios, parece mentira, mas mudam um rumo de um País. Claro que isto tudo tem um custo e por sinal alto. Mas quem paga é o povo mesmo. O pior disso tudo são ás composições que fazem essas pessoas para chegarem ao poder, vendem até a alma. Uns se contentam com pouco e outros lutam com veemência para ocupar um cargo de expressão, onde possam levar o bônus a seus companheiros. Infelizmente chamam isso tudo de Democracia. Aonde vamos parar não sei, mas, se o sistema não for mudado, com certeza vamos entrar em uma era de muita turbulência em nosso maravilhoso Brasil, já somos campeões de impostos, de analfabetismo, um País que deixa a desejar em Segurança, Saúde, Educação. Não temos Saneamento Básico a contento, não temos Estradas Seguras, isto é para ver em quantas coisas precisamos melhorar. Aí, eu pergunto aos intelectuais como vamos conseguir ser um País de primeiro Mundo? Quando? Como fazer? Aonde podemos chegar? Quero ver respostas para tudo isso? Se conseguirem responder? Pé na Bola.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

"Nem tudo é Festa" o Governo de 15 anos nada Fez. Leia que vcs entenderam nem a Samu tem equipe disponiveis


Em meio à comemoração organizada pelo governo para celebrar o fim dos pedágios que tanta polêmica provocaram nos últimos 15 anos, sobra pouco espaço para uma discussão serena sobre o futuro das estradas, sobretudo das federais no Rio Grande do Sul. Com exceção da ERS-122, entre Caxias e Farroupilha, as estaduais continuarão a ter pedágio, administrado pela Empresa Gaúcha de Rodovias, com preço inicial de R$ 5,20 para carros. As BRs dependerão do Dnit, que terá de incluir despesas em seu já apertado orçamento.
Terá o governo federal fôlego para manter as estradas em condições mínimas de trafegabilidade? Com a chegada do inverno e do período de chuvas, em que aumenta o desgaste do asfalto, as rodovias devolvidas à União precisarão de manutenção imediata, para que um pequeno buraco não se transforme em cratera por falta de reparo. O governo tem dito que o Dnit vai contratar empresas para fazer a conservação das estradas, mas esse é um processo que não se faz do dia para a noite.
Se é verdade que as concessionárias não fizeram obras estruturais, até porque os contratos não exigiam, também é verdade que as estradas estão incomparavelmente melhores do que eram antes dos pedágios. Só discorda dessa avaliação quem tem memória fraca (ou seletiva, por questões políticas) ou não andava pelas estradas gaúchas antes de 1998. O usuário vai economizar dinheiro com o não pagamento de pedágio e esse dinheiro, como disse o governador Tarso Genro na sexta-feira, será injetado na economia local. Mas a manutenção das estradas é cara e o dinheiro para tanto terá de sair dos impostos. Como não há dinheiro sobrando, o governo terá de remanejar e escolher uma área ou obra para sacrificar.
Nos últimos 15 anos, os usuários vociferaram contra os pedágios, mas se acostumaram com alguns luxos que deixarão de existir nas estradas federais, como banheiro, fraldário, socorro mecânico, guincho e ambulâncias acionadas rapidamente. Agora, em caso de acidente, tanto nas estaduais quanto nas federais, será preciso chamar o Samu mais próximo, que nem sempre tem equipes disponíveis Com certeza ainda mais agora perto das eleições, depois para tapar os buraco o povo paga. Sempre foi assim que pensaram e não mudaram enquanto nós formos cordeirinhos.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Confira o Blogspot que está entre os melhores do Estado. São José do Norte, o blogspot de informações e noticias do nosso cotidiano. Pé na bola

  1. Hoje realmente me sinto feliz, talvez por ter feito este blogspot, claro que foi uma maneira de me expressar, com matéria feito por mim e outras vindo de jornais e revista, mas como e gratificante quando é bem visto é acessado pelos internautas. Por  tudo isso agradeço a todos vocês que vão e confere o blogspot diariamente. Um forte abraço deste simples mortal e membro de uma sociedade massacrado pela elite e políticos. Obvio que nem todos, mas a maioria com certeza, veja só esse ano quando escandesces teve neste país. É nosso do povo sem poder fazer nada a não ser emitir sua opinião sobre esses (desviadores e comissionistas do governo. Temos que dar uma basta nisso e dizer chega o povo não é bobo.
  2. joaowaldirpenabola.blogspot.com   Em cache
    joaowaldirpenabola.blogspot.com. confiras as Matérias deste blogueiro. BV Financeira - Corresponde Luísa. Fale com o Cris ou o Nado. Confeitaria e padaria. Pontos ...

  3. urlm.com.br/​www.joaowaldirpenabola.blogspot.com   Em cache
    No Brasil, o site Joaowaldirpenabola.blogspot.com ...

  4. joaowaldirpenabola.blogspot.com.br/2012/​06/utilidade-publica-do...   Em cache
    AE - Agência Estado O uso cada vez mais frequente de smartphones, telefones que se parecem com computadores, está provocando o aparecimento de novas lesões nas ...

  5. br.similarsites.com/site/​joaowaldirpenabola.blogspot.com.br   Em cache
    28 Melhores Sites semelhantes à Joaowaldirpenabola.blogspot.com.br - São José do Norte, o blogspot de informações e noticias do nosso cotidiano

  6. joaowaldirpenabola.blogspot.com/2013/05/​blog-post_7422.html   Em cache
    Quero agradecer este grande Profissional, por divulgar o blogspot joaowaldirpenabola.blogspot.com

  7. plus.google.com/101848984853529254491   Em cache
    joaowaldirpenabola.blogspot.com hasn't shared anything on this page with you.

  8. penabolanascimento.wordpress.com   Em cache
    São José do Norte é aqui ... Não sou saudosista, mas que orgulho sentíamos de nossa “Mui Heróica Vila” e de ser nortenses em uma época nem tão distante 

sábado, 16 de agosto de 2014

Eleições Aécio: No PT, quem comete delito é tratado como herói Candidato do PSDB rebateu críticas de Dilma ao Santander: 'Todos são muito céticos em relação à economia brasileira se continuar o atual governo'

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, ministra palestra nesta segunda-feira (28), na Associação Comercial de São Paulo
Foto: de Bruno Fasano

Aécio Neves afirmou que a gestão Dilma Rousseff será lembrada como o 
"período de pior crescimento da nossa economia
" em campanha em Almeida/Futura Press/VEJA)
O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, rebateu nesta segunda-feira a afirmação da presidente e sua adversária, Dilma Rousseff, segundo quem o escândalo do mensalão teve "dois pesos e dezenove medidas" e o valerioduto mineiro "não foi investigado" – um erro da petista, já que o esquema foi investigado, embora ainda não tenha sido julgado porque o processo mudou de instância na Justiça. A declaração da presidente foi feita durantesabatina  promovida por Folha de S.Paulo, UOL, SBT e Jovem Pan.
"No caso do PSDB, se eventualmente alguém ligado ao partido ou filiado cometer delito e for punido por ele, nós não o trataremos como herói, como buscou fazer o PT. Isso, do ponto de vista pedagógico, é um desserviço à nova geração de brasileiros", afirmou o tucano. "O Supremo Tribunal Federal (STF), composto em sua maioria por indicações do atual ciclo de governo, condenou membros do partido. Por mais que isso incomode ao PT, é um fato", completou.
Santander – Durante a sabatina, Dilma afirmou que é "inadmissível" uma instituição financeira posicionar-se contra sua candidatura à reeleição. O Santander enviou recentemente um informe aos seus clientes de alta renda afirmando que a possível reeleição da presidente traria riscos econômicos.

Aécio criticou a reação da presidente: "Não adianta o dirigente partidário questionar ou cobrar demissões de uma instituição financeira, porque teriam que demitir praticamente todos os analistas, de todas as instituições financeiras. Todos eles são muito céticos em relação ao cenário da economia brasileira se continuar o atual governo".

"Quando a presidente está pior nas pesquisas, a Bolsa sobe", disse o presidenciável. "A resposta adequada do governo não é questionar uma nota ou pedir que cabeças rolem. A resposta adequada do governo seria garantir um ambiente estável, de confiança, regulado, para que os investimentos possam voltar ao país, para que a inflação possa ser controlada e tenhamos crescimento da economia."