Google+

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Alimentos curativos para cada doença


Alimentos curativos para cada doença
As doenças mais dolorosas e mortais que assolam o ocidente são causadas por maus alimentos, mal processados cheios de açúcar, gorduras, sal, pesticidas e ingredientes geneticamente modificados. Contudo, quando consumimos alimentos integrais, nutritivos e orgânicos, ganhamos um kit de ferramentas terapêuticas que não só afastam o cancro e doenças cardíacas, como também constipações, gripes, alergias e uma série de outras doenças que nos atacam diariamente.
Com tantos alimentos curativos fantásticos, é difícil escolher apenas 12, mas se quiser realmente rechear a sua cozinha com uma oferta abundante destes super alimentos, recomendamos The Green Pharmacy Guide to Healing Foods de James A. Duke, que lhe irá permitir afastar todo o tipo de cancros, constipações, artrites e sintomas da menopausa.
1. Feijão
O feijão é um dos alimentos saudáveis mais baratos que pode comprar. Rico em isoflavona evita doenças cardíacas, melhora a saúde da próstata, dos ossos e alivia alguns sintomas da menopausa. Sendo rico em proteínas e pobre em gordura, os feijões são uma boa opção para substituir as carnes vermelhas. Pode usá-lo em sopas, guisados e até mesmo em molhos para massas (puré de feijão branco pode ser usado como um substituto para molhos com alto teor de gordura). Muito nutritivos, não irá fazer grande diferença se usar feijão seco ou enlatado, embora o feijão enlatado possa conter níveis elevados de sal e muitas vezes vêm embalados em latas repletas do nocivo “bisfenol A”. Também a Medicina Chinesa recomenda o consumo de feijões, uma vez que tonifica os rins e Yin e reduz a toxicidade do sangue.
2. Alho e Cebola
Alho e Cebola para Intoxicações e Infecções
Pertencendo à mesma família de plantas o alho e a cebola ajudam a fortalecer o coração e o sistema imunológico. É difícil enumerar todos os seus benefícios. Os alhos contêm 70 fitoquímicos activos ajudam a reduzir a pressão arterial elevada e o cancro do ovário, colo-rectal entre outros. As cebolas são a melhor fonte de quercetina, um flavonóide que ajuda a manter o sangue saudável e a prevenir coágulos. Ambos são muito bons para a prevenção de alergias.
De acordo com a Medicina Chinesa, o alho tonifica o qi e o yang, aquece o baço e o estômago, elimina humidade e frio, favorece a digestão, mata os parasitas - efeito vermífugo e fungicida, bactericida e desinfectante e é útil para diarreias, vómitos, intoxicações e infecções.
Quando consumir alhos, esmague-os bem e deixe repousar até 30 minutos antes do aquecimento.
A cebola, segundo a Medicina Chinesa, tonifica e regula o fluxo de energia e tem propriedades anti-Infecciosas e anti-sépticas. A maior parte dos nutrientes da cebola encontram-se na própria casca. Coloque-a num saco e use-a em em sopas ou estufados.
3. Cafeína
Gosta de tomar 1 a 2 cafés por dia? Adora chocolate? Alimentos com cafeína, como café, chocolate e chá, têm altos níveis de polifenóis, que são um super-antioxidante pela sua capacidade de luta contra o cancro e contra a depressão. Um estudo da Universidade de Harvard defende que beber cinco chávenas de café diariamente reduz em 50% o risco de desenvolver diabetes.
Contudo, muito café pode causar nervosismo, pelo que a maioria dos especialistas recomenda limitar a ingestão a 2 chávenas por dia, ou mudar para o descafeinado. Quer seja chá ou café, estudos comprovam que o descafeinado contém tantos antioxidantes como o normal. E, claro, chocolate escuro é melhor do que o chocolate branco ou de leite.
4. Aipo
Experimente o aipo. Rico em minerais, vitamina C e ácidos fenólicos, previne o cancro, constipações, gripe e alergias. Os componentes phthalides tornam o aipo muito eficiente para reduzir os níveis de colesterol. Quanto mais melhor, investigadores sugerem comer pelo menos quatro talos de aipo por dia. Com um sabor relativamente suave, pode comer com manteiga de amendoim ou utilizá-lo em vez de batatas fritas ou bolachas nos seus dip preferido.
Segundo a Medicina Chinesa, o aipo refresca e relaxa o fígado, reforça o sangue e tonifica os rins.O aipo é também um dos raros vegetais que não perdem o valor nutricional quando cozinhado, desta forma poderá adicioná- lo a sopas e guisados. Utilize também as folhas, pois são ricas em cálcio e vitamina C.
5. Canela
Canela para regular o açúcar no sangue
O benefício mais notável eda canela no sistema imunológico é a sua capacidade em reduzir o açúcar no sangue. Estudos demonstram que esta especiaria pode baixar o açúcar no sangue de 13 a 23 porcento. Pensa-se que a razão para isto acontecer deve-se ao facto da canela conter antioxidantes que ativam os receptores de insulina nas células. Sabe-se também que a canela ajuda a suprimir as bactérias de Escherichia coli, a causa da maioria das infecções do trato urinário e as Candida albicans, o fungo responsável por infecções vaginais. Algumas pessoas tiveram êxito em deixar de fumar por chupar paus de canela sempre que sentiam desejo.
Segundo a Medicina Chinesa, a canela tonifica o Yang, aquece o baço e o estômago, elimina o frio, favorece a circulação do sangue e acalma a dor. É aconselhada para constipações, dores abdominais ou lombares que melhoram com o calor. Não se recomenda o uso a mulheres durante a menopausa com muitos afrontamentos e suor espontâneo. Adicione uma colher de chá de canela à sua papa de aveia de manhã ou ao seu sumo de maçã orgânica.
6. Citrinos
Consideradas as estrelas do outono e inverno, os citrinos, contêm perto de 200 componentes anticancerígenos, fibra para baixar o colesterol e flavonoides para reduzir as inflamações. Um resumo de 48 estudos na Austrália relacionados com dieta e cancro, revela que consumir uma porção de citrinos diariamente reduz em metade o risco de cancro do estômago, boca e garganta. As toranjas são também ricas em licopeno, um lutador contra o cancro geralmente encontrado no tomate, o qual está fora de época quando a toranja está no seu pico.
Segundo a Medicina Chinesa, a laranja favorece a produção de líquidos orgânicos, lubrifica os pulmões, desintoxica e refresca. O limão estimula as secreções digestivas e reforça as defesas do organismo.
Para obter todo o benefício da fibra, não coma os frutos em sumos mas sim inteiros. Muitos dos componentes saudáveis escondem-se nas cascas, por isso utilize laranjas, tangerinas e limões nos cozinhados.
7. Gengibre
Apesar de muito utilizado como um antídoto para enjoos e mal estar, o gengibre ajuda também a manter os níveis de colesterol sob controlo, baixar a pressão arterial e aliviar inflamações associadas à artrite. Pesquisadores descobriram que o gengibre contribui para a eliminação do vírus da gripe ao ajudar o sistema imunológico a combater a infeção. Segundo a Medicina Chinesa, o gengibre tonifica o Yang, activa a circulação do sangue, favorece a transpiração, dissipa o frio, favorece a digestão, aquece os brônquios e elimina os germes. O sumo de gengibre neutraliza as toxinas do peixe, marisco e medicamentos. É útil em constipações, gripe, obstrução nasal, reumatismo, náuseas, vómitos e intoxicações alimentares.
Utilize o gengibre em pratos salteados ou carnes marinadas, o que dará ao seu organismo o suficiente para o ajudar. Poderá também ralar gengibre ou ferver em água quente para fazer um chá.
8. Hortelã-pimenta / Menta
Esqueça a menta associada às pastilhas elásticas. Existem de facto centenas de plantas da família da menta, que pode nem ter realizado que são tecnicamente são mentas, incluindo manjericão, alecrim, tomilho, orégão, lavanda, sálvia e erva-cidreira. Quando utilizadas em chás, estas ervas podem aliviar a dor de estômago, mas uma pesquisa recente diz que os seus componentes podem impedir a degradação da acetilcolina, um neurotransmissor que ajuda a manter a memória activa.
Segundo a Medicina Chinesa, a menta elimina o calor, refresca, neutraliza as toxinas, promove a circulação do sangue. É bom para enxaquecas, olhos vermelhos e irritados, febre e ardor no estômago.
9. Pimentos / malaguetas
Sejam quentes, picantes, doces ou crocantes, há suficientes variedades para todos os gostos e são todas bastante saudáveis. Chili peppers picantes têm elevados níveis de capsaicina, que interfere com os receptores de dor no cérebro, actuando como analgésicos naturais. Segundo a Medicina Chinesa os pimentos tonificam o Yang, aquecem o baço e o estômago, abrem o apetite, facilitam a digestão, eliminam frio e humidade. As pessoas que sofrem de inflamações, agitação ou nervosismo e tensão arterial elevada devem evitar consumi-las.
10. Romãs
Romã para tonificar
As romãs têm sido usadas durante séculos no Médio Oriente, Irão e Índia com um remédio popular por boas razões. São uma boa fonte de potássio, vitamina C e antioxidantes que afastam o cancro.
Podem também ajudar a combater a doença de Alzheimer.
Pesquisadores da Universidade de Loma Linda descobriram que ratos que consumiram sumo de romã sofriam de menos 50 por cento da degeneração do cérebro comparados com animais que bebiam água com açúcar. Descobriram ainda que sumo de romã pode matar a bactéria S.mutans, uma das principais causas de cáries.
Segundo a Medicina Chinesa, a romã, para além de desintoxicante, tonifica o sangue.
O sumo de romã é uma boa maneira de tirar o máximo proveito deste fruto.
11. Açafrão
Um familiar do gengibre, o açafrão é a especiaria que dá um tom dourado ao caril e a cor brilhante à mostarda. Há milhares de anos que as pessoas na Índia consideram o açafrão uma erva curativa. Estudos mostram que protege o estômago, ajuda a prevenir úlceras e a digestão de gorduras. O picante do açafrão ajuda também a combater a doença de Alzheimer. Algumas pesquisas demonstraram que idosos na Índia têm a menor taxa do mundo desta doença, possivelmente devido a curcumina, um composto anti-inflamatório do açafrão.
Segundo a Medicina Chinesa, o açafrão tonifica o sangue, promove a circulação de sangue e Qi, elimina a tristeza. É útil em casos de amenorreia, dor pós-parto por acumulação de sangue, edema pós-traumático, hematomas, ansiedade e tristeza. Deve ser evitado durante a gravidez.
Poderá utilizar o açafrão no tempero do frango, arroz ou legumes. Também poderá utilizar sobre a couve-flor, brócolos e couve-de-bruxelas. Este tempero dá um sabor bastante diferente aos alimentos.
12. Nozes
Poucos alimentos são melhores para o cérebro do que as nozes. Estas contêm uma ótima fonte de serotonina, um neurotransmissor que diminui o apetite, bem como vitamina E, magnésio, ácido fólico, proteína e fibra. As nozes possuem gorduras mais saudáveis que o salmão, tornando-as um bom antídoto para a depressão. As nozes são ainda compostas por polifenóis anti-inflamatórios. Muitos dos compostos das nozes, tais como a vitamina B5 e o ácido fólico, podem ser destruídos pelo calor, assim sendo, o melhor é comê-las ao natural. Pode utilizar as nozes em vez dos pinhões quando fizer pesto, ou optar por moer e polvilhar sobre legumes cozidos.
Adaptado para a Medicina Chinesa por Sara Finote a partir de The 12 Greatest Disease-Fighting Foods



Postar um comentário

Postagem semanal

As fotos turísticas do Barranco interior do nosso Município. Matéria deste blogueiro

As belezas Naturais de São José do Norte - RS                           Barranco interior do Município Veja algumas fotos. ...