Google+

segunda-feira, 24 de março de 2014

Nas clínicas parceiras do Boston Medical Group, são tratados outros problemas além da disfunção erétil e a ejaculação precoce? No Brasil tratamos apenas as patologías citadas.


Perguntas Frequentes

1. Perguntas gerais
- Por que não ouvi nada antes sobre o Boston Medical Group?
O Boston Medical Group é caracterizado por uma aliança mundial de clínicas especializadas em saúde sexual masculina. Não está ligada a nenhum laboratório, somente se promove em pequena escala. Sem dúvida, é o maior grupo internacional de clinicas parceiras especializadas no tratamento da disfunção erétil e da ejaculação precoce. Muitos médicos indicam seus pacientes aos médicos especialistas das clínicas parceiras do Boston Medical Group.
- Nas clínicas parceiras do Boston Medical Group, são tratados outros problemas além da disfunção erétil e a ejaculação precoce?
No Brasil tratamos apenas as patologías citadas.
- Se procurar uma clínica parceira do Boston Medical Group, poderei ter um bom desempenho de imediato?
Depende do caso. Em casos de disfunção erétil e ejaculação precoce, muitos de nossos pacientes estão em condições de começar o tratamento após a primeira consulta, e podem vir a ter bom desempenho de imediato. Com um bom acompanhamento médico você terá uma vida sexual saudável e ativa.
- As clinicas parceiras do Boston Medical Group realizam implantes penianos?
Não. Estamos convencidos de que podemos ajudá-lo sem necessidade de recorrer a métodos tão drásticos, dispendiosos e perigosos.
- É necessário que minha parceira saiba que procurei uma das clínicas parceiras da Boston Medical Group?
Muitos pacientes preferem não comentar este assunto com sua parceira, e preferem mantê-lo em segredo.A escolha é sua.
- Posso levar minha esposa comigo para a consulta?
Sim, muitos homens fazem isto.
- O que acontece se não tenho problemas com minha esposa, mas sim com outras mulheres?
Isto geralmente é conhecido como impotência psicológica. Os médicos das clínicas parceiras do Boston Medical Group poderão e tentarão ajudá-lo a superar este problema com a prescrição, em sendo o caso, de medicação que possa ajudar seu desempenho sexual sem importar com quem esteja.
- O que acontece se não tenho parceira?
Com freqüência, os homens têm medo de relacionar-se quando sabem que porventura não poderão ter bom desempenho sexual. Uma vez que tenham a segurança de que poderão desempenhar como querem, recuperarão a confiança para se relacionar.
2. Perguntas do tratamento
- Quais tratamentos são realizados nas clínicas parceiras da Boston Medical Group?
Isto depende da natureza de seu caso específico. Nas clínicas parceiras do Boston Medical Group, realizamos exames específicos para poder chegar a um diagnóstico correto antes de tratar o problema. Atualmente existem muitas opções de tratamento e é importante assegurar que o tratamento recomendado seja o mais indicado na busca de uma solução para o seu caso da forma mais segura e efetiva possível.
- Os tratamentos são dolorosos?
Não. Os tratamentos relizados pelas clínicas parceiras do Boston Medical Group não causam dor.
- Quais são os tratamentos que prescrevem?
Existem várias combinações de tratamentos prescritos, de acordo com a natureza do problema, incluindo medicamentos orais. Um especialista realizará os exames necessários e a partir daí determinará qual é o tratamento que melhor se adequa à sua necessidade.
- Os tratamentos incluem o uso de ervas homeopáticas?
Não. Os médicos das clínicas parceiras do Boston Medical Group somente recomendarão, conforme o caso, tratamentos aprovados pelas autoridades de saúde e pela comunidade médica internacional.
- Os médicos das clínicas parceiras do Boston Medical Group podem me prescrever o tratamento que necessito para tratar minha doença?
Caso, após diagnóstico, seja verificada a necessidade de prescrição de algum tratamento para seu caso específico, então tal será o procedimento adotado pelos médicos das clínicas parceiras do Boston Medical Group.
- Uma vez que iniciado o tratamento, devo tomar a medicação pelo resto de minha vida?
Os tratamentos prescritos tem o objetivo de buscar uma solução para cada caso dentro do mais curto prazo possível, e para que, após um determinado período de tempo, possa se desempenhar o ato sexual sem o uso de medicamentos. Não podemos garantir ou prometer a cura em todos os casos, mas podemos constatar que a maioria dos nossos pacientes melhora seu desempenho sexual.
- Utilizei um medicamento oral e não funcionou, ou me causou problemas. Vocês podem me ajudar?
Sim, existem tratamentos que são mais efetivos e seguros que os medicamentos orais.
- Tenho 65 anos e sofro de disfunção erétil. Devo assumi-lo como parte do processo natural de envelhecimento e desistir em não desfrutar mais do sexo?
A disfunção erétil não deve ser aceita como uma situação normal em nenhuma idade. É um problema de saúde que pode ser tratado. Da mesma forma em que não nos resignamos em sofrer de hipertensão, diabetes, problemas de próstata, etc, tampouco devemos aceitar a disfunção erétil. As clínicas parceiras do Boston Medical Group já atenderam pacientes com idade superior a 90 anos.
- Por que devo tratar a ejaculação precoce se não tenho problemas com minha parceira?
Ainda que ejacule rápido, tenho uma segunda ereção quase de imediato, e essa é permanente, então nossa vida sexual não sofre.
O vigor sexual que você tem agora não durará toda a vida. Em poucos anos, essa segunda ereção que agora chega de imediato tardará uns minutos, e depois horas. Então, você e sua parceira terão problemas em sua relação sexual. Estudos médicos recentes indicam que os pacientes que padecem de ejaculação precoce durante um período de tempo prolongado, eventualmente desenvolvem mais problemas de ereção que aqueles que podem controlar sua ejaculação.
- Por que não experimento primeiramente tratar meu problema de ereção com algum produto natural?
A técnica de mercado é usar a palavra natural como sinônimo de bom e são. No entanto, é importante lembrar que a natureza nos provê tanto de produtos bons como prejudicais (lembre que os venenos mais efetivos são os naturais). O importante é saber se o produto que nos oferecem tem amparo científico, é dizer, se algum instituto sério realizou estudos independentes para determinar as qualidades do produto no tratamento para a disfunção sexual. Se quiser economizar tempo para investigar o assunto, tome a nossa palavra: não existe nenhum produto conhecido à base de ervas que tenha demonstrado ser efetivo no tratamento de disfunção erétil. Estes tipos de produtos são fabricados para fazer dinheiro com imprudência e só dão má reputação aos tratamentos para a impotência.
- Gostaria de tratar meu problema, porém não tenho tempo para comparecer à consulta várias vezes, ou ao laboratório para exames. Como poderiam me ajudar?
Atualmente, todos somos conscientes de que as pessoas estão a cada dia mais ocupadas, e que qualquer economia de tempo é importante. Por isto, o sistema Boston Medical Group foi desenvolvido de forma a se buscar atingir práticas de diagnósticos de forma tal que, sem prejudicar a qualidade da atenção médica, todos os exames necessários para alcançar o diagnóstico possam ser realizados em uma só consulta de noventa minutos de duração. Estatisticamente, em menos de 5% dos casos pedimos aos pacientes que retornem à consulta novamente para exames complementares.
- Alegra-me saber que existem tratamentos para a impotência, porém não quero tomar medicamentos pelo resto da minha vida. Existem tratamentos que curam?
Embora na medicina não haja garantias nem seja possível se garantir a cura, é possível se dizer que uma parcela importante dos casos de disfunção erétil têm solução. A cura depende de vários fatores, entre eles a natureza do problema, o período de tempo que sofre com a doença e, sobretudo, a colaboração do paciente. Em linhas gerais, como em qualquer tratamento médico, se diagnosticado o problema como passível de cura, se o paciente segue as recomendações do especialista e realiza o tratamento pelo tempo prescrito, eventualmente poderá vir a manter relações sexuais sem ter que se medicar.
- Como é possível que vocês possam me ajudar se meu médico particular ou urologista afirmam que não podem fazer nada por mim?
Muitos dos pacientes que procuram as clínicas parceiras da Boston Medical Group já consultaram uma grande lista de médicos, incluindo urologistas, que não puderam encontrar uma solução para a situação. Os médicos das clínicas parceiras do Boston Medical Group são especializados em pacientes com problemas difíceis, e treinados para lidar única e exclusivamente com disfunções sexuais. São, portanto, especializados neste campo e têm acesso a tratamentos com os quais outros médicos não estão familiarizados, ou com melhores resultados.
- É possível aprender a controlar a ejaculação?
Sim. Você pode aprender a controlar sua ejaculação da mesma forma que aprende a controlar bexiga quando é pequeno. Uma vez que aprenda a controlar a ejaculação, dificilmente esquecerá como fazê-lo.
- A ejaculação precoce não é um problema exclusivamente psicológico?
Em alguns casos. Todavia, uma porcentagem significativa dos pacientes que sofrem de ejaculação precoce tem, na realidade, uma glande (cabeça do pênis) muito sensível. A ejaculação se produz por meio da estimulação da glande. Os homens que têm muita sensibilidade ejaculam com muito pouca estimulação.
- Por que não uso simplesmente o spray ou cremes anestésicos que são vendidos em Sex Shop´s?
Estes produtos raramente funcionam. Ao adormecer a cabeça do pênis, você chega a acostumar-se a sensação de fazer amor por longos períodos de tempo, porém quando os deixa de usar, o problema reaparece. Por outro lado, seu desfrute sexual diminui muito, porque o pênis está anestesiado. Se além disto você não usa um preservativo, o anestésico também adormece os órgãos genitais de sua parceira, diminuindo-lhe o prazer.
- A ejaculação precoce pode causar-me problemas de ereção?
Os pacientes que sofrem de ejaculação precoce durante um período de tempo prolongado têm uma tendência maior em desenvolver problemas de ereção que aqueles que podem controlar sua ejaculação.
- A ejaculação precoce é um problema estritamente sexual?
Não, porque afeta a capacidade de socializar e a confiança de si mesmo. Os homens que aprendem a controlar sua ejaculação com freqüência têm mais confiança em si mesmos e são mais sociáveis. Alias, quando numa relação estável, a insatisfação da parceira pode vir a prejudicar a saúde emocional do casal.
Postar um comentário

Postagem semanal

Conversa para boi dormir?

O século 21 começa com uma dúvida inquietante: por que os bois não pastam mais virados para o mesmo lado? É os cavalo tbm. por  Moi...