Google+

sábado, 27 de outubro de 2012

Alianças do segundo turno vão na contramão de acordos nacionais

Petistas pedindo votos para candidato tucano. DEM apoiando PT e PSOL. Partidos da base aliada de Dilma Rousseff (PT) fazendo campanha para legendas de oposição ao governo federal, e vice-versa. Nas 50 cidades do país onde haverá segundo turno, as alianças recém-formadas demonstram que acordos costurados pelo Planalto com partidos da base praticamente inexistem nos planos locais. Pelo país afora, há DEM com PSOL, PSDB com PC do B, PSOL com PT e DEM com PC do B, por exemplo. "Partidos também costuram alianças motivados por interesses outros que não os vinculados à ideologia", diz o cientista político Celso Roma. "Líderes apoiam o candidato de um partido rival para evitar a vitória do adversário de maior importância ou o comprometimento com candidatos envolvidos em denúncias de corrupção", afirma. No primeiro caso, Roma inclui Contagem (MG), onde PSDB e DEM estão apoiando o candidato do PC do B, Carlin Moura, contra Durval, do PT. No segundo caso entra Macapá (AP), onde o DEM local apoia Clécio, do PSOL. Para o deputado federal Davi Alcolumbre (DEM-AP), quarto colocado no primeiro turno, embora não haja "coerência pragmática", os dois partidos formam uma "aliança pela moralidade" contra o prefeito Roberto Góes (PDT). Candidato à reeleição, Góes foi preso em 2010, alvo de operação da Polícia Federal. Mas a aliança foi alvo de críticas. "Se ela se mantiver, representará uma mancha que envergonhará todo o PSOL", diz nota de líderes do partido. Partido de oposição ao governo federal, o DEM ainda apoia o PT em Guarulhos (SP). "Pesquisas apontavam que 40% do meu eleitorado, se não votassem em mim, votariam no Almeida [candidato petista à reeleição]", justificou Alan Neto (DEM), que ficou em quinto no primeiro turno. Em Cuiabá (MT), embora sem a chancela da direção do PSDB local, líderes tucanos apoiam Lúdio, do PT. Em Blumenau (SC), ocorre o inverso. Petistas estão pedindo voto ao candidato tucano, Napoleão Bernardes. Maior parceiro do governo federal, o PMDB apoia o democrata ACM Neto em Salvador --contra Pelegrino, do PT.
Postar um comentário

Postagem Mensal

Visita à histórica cidade de São José do Norte Homenageada por D.Pedro II com o título de “Mui Heroica Villa” pela coragem do seu povo na batalha de São José do Norte travada nas suas ruas em 1840, na Revolução Farroupilha.

Arquiteto Oscar Décio Carneiro* Inicio na hidroviária do Rio Grande, com embarque na lancha para a pitoresca travessia pelo canal Migu...